Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Inadimplência no comércio registra queda de 11,95%


Lourenço Canuto
Agência Brasil

Brasília - A inadimplência do consumidor no comércio registrou queda de 11,95% em março na comparação com o mesmo período de 2011. Esse foi o melhor resultado de redução da inadimplência dos últimos 13 meses.

O presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior, avaliou que apesar de a queda da inadimplência ter sido "relativamente artificial" – reflexo do mês de fevereiro que teve menos dias úteis devido ao carnaval – o resultado pode ser considerado positivo devido à injeção de recursos relativas ao reajuste do salário mínimo na economia.

Ele estima que, ao longo de 2012, o efeito do aumento do poder aquisitivo de parte da população vai começar a se diluir e a queda da inadimplência do consumidor deverá ser bem mais moderada.

Pellizzaro Junior destacou que a injeção de recursos do salário mínimo na economia apresentou bom resultado. "Foi bom para o consumidor pagar débitos, reduziu-se a inadimplência e aumentaram as vendas."

As vendas a prazo registraram um aumento, em março, superior a 10% e a recuperação do crédito, com a reabilitação do consumidor para continuar comprando, melhorou mais de 8%.

A queda da inadimplência em março foi superior à de fevereiro em 3,38%, mas o dirigente diz que "não é compatível fazer comparação com meses anteriores, porque o comércio trabalha com expectativas diferentes, ligadas aos efeitos dos feriados sobre o consumo". Para ele, a comparação mais adequada deve ser feita com o mesmo mês do ano anterior.

A previsão do comércio é registrar o primeiro pico de vendas do ano no Dia das Mães, que se comemora em maio. O mês só não perde em volume de vendas para o período do Na
 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)