Porto Velho (RO) sexta-feira, 27 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

IGP-10 sobe 0,44% em dez e acumulado fica em 5,39%



Vinícius Lisboa
 Agência Brasil

Rio de Janeiro – O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) aumentou 0,44% em dezembro, repetindo o resultado de novembro. Em dezembro do ano passado, o índice teve variação de 0,63%. Os dados foram divulgados hoje (16) pela Fundação Getúlio Vargas e o IGP-10 calcula a inflação com base nos preços coletados entre o dia 11 do mês anterior e o dia 10 do mês de referência.

Com o resultado de dezembro, a taxa acumulada de 2013 chega a 5,39% - mais de dois pontos percentuais abaixo da verificada em 2012 (7,42%).

Entre os componentes do IGP-10, o Índice de Preços ao Consumidor foi o que teve maior variação (0,68%), com cinco das oito classes de despesas em alta. Transportes foi o item que registrou maior elevação (de -0,06% em novembro para 0,41% em dezembro) puxado pelo item gasolina. Habitação, vestuário, comunicação e despesas diversas também subiram, enquanto alimentação, saúde e cuidados pessoais e educação, leitura e recreação registraram queda.

O Índice Nacional de Preços ao Produtor Amplo, outro componente do IGP-10, teve variação de 0,38% no último mês de 2013, abaixo dos 0,40% de novembro. As matérias-primas brutas lideraram a alta neste indicador, com 0,80%, mas desaceleraram em relação a novembro, quando subiram 1,32%. A perda do ritmo se deve principalmente ao minério de ferro, às aves e aos suínos.

Os bens intermediários avançaram 0,24%, e os bens finais, 0,38%, ambos influenciados pelo subgrupo dos combustíveis.  

O terceiro indicador componente do IGP-10, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,26% em dezembro, também abaixo de 0,32% de novembro.

Mais Sobre Economia - Nacional

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is