Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

IGP-10 de outubro desacelerou para 0,21


Agência O GloboRIO - O Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) desacelerou para 0,21% em outubro, depois de ter registrado variação positiva de 0,36% em setembro. No ano, o índice - calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência - acumula alta de 2,51% e em 12 meses, de 2,93%.Entre os itens que compõem o IGP-10, o Índice de Preços por Atacado (IPA) foi o que apurou a maior desaceleração, passando de uma alta de 0,45% em setembro para avanço de 0,26% em outubro.O subgrupo de Combustíveis e lubrificantes para produção foi o destaque entre os bens intermediários, que integram o IPA. Os preços do subgrupo, que haviam avançado 0,02% em setembro, registraram deflação de 2,60% em outubro.A inflação no varejo também veio mais fraca. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apurou uma alta de 0,10%, depois de ter avançado 0,22% no mês anterior.Os preços de alimentos recuaram 0,36%, depois de terem subido 0,61% em setembro. O grupo Transportes também contribuiu para a desaceleração do IPC.O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) que registrou uma alta de 0,16% em setembro, desacelerou, e avançou 0,14% em outubro.Nesta quarta-feira, o Comitê de Política Econômica (Copom) anuncia a taxa básica de juros da economia. Segundo o levantamento do Banco Central, analistas de mercado esperam um corte de meio ponto percentual na taxa., para 13,75% ao ano. Para tomar a decisão, o Copom se baseia, entre outros fatores, nos indicadores de inflação.

Mais Sobre Economia - Nacional

Publicada lei que altera juros de fundos constitucionais

A lei que altera o cálculo dos juros dos fundos constitucionais de financiamento foi publicada na edição de hoje (20) do Diário Oficial da União.

CNI: confiança do empresário industrial tem maior queda desde 2010

Índice caiu 5,9 pontos em junho frente a maio

Copom inicia hoje reunião para definir taxa Selic

Para instituições financeiras consultadas pelo BC, a Selic deve ser mantida no atual patamar – 6,5% ao ano até o final de 2018

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirma, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a estritura tributárias do país sofre com muita