Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Governo pode alterar meta de superávit primário ainda este ano


Patrícia Duarte e Cristiane Jungblut, Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, admitiu a possibilidade de o governo mudar a meta de superávit primário - a economia feita para o pagamento de juros - acertada para este ano e 2008. O objetivo está fixado em 4,25% do Produto Interno Bruto (PIB, produção de bens e serviços no país) para os dois períodos.Segundo ele, a equipe econômica analisará as alterações em indicadores macroeconômicos desencadeadas pela nova série histórica do PIB divulgada pelo IBGE. Como ela mostra expansão mais vigorosa do que o estimado até então, mudam os parâmetros de vários indicadores.Como o esforço fiscal representa um percentual do PIB, e ele aumentou, há necessidade de economizar mais - pelo menos R$ 9 bilhões, estimam analistas - para cumprir a meta fixada, em detrimento de investir em obras, por exemplo. A questão é que o objetivo do superávit é exatamente reduzir a relação entre a dívida pública e o PIB, que caiu bastante após a revisão dos dados.

Mais Sobre Economia - Nacional

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

A EXPECTATIVA PARA AS VENDAS DE RONDÔNIA SÃO MELHROES QUE A MÉDIA NACIONALA Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estima q

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

O Banco Central (BC) aprovou, com restrições e limitações, a aquisição de 49,9% da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco. O acordo viabiliza o investime

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Caso o Congresso acate, o reajuste dos ministros do STF vai aumentar a despesa em R$ 10,55 milhões por mês, ou R$ 137,15 milhões, aí somado o décimo-t