Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Governo oferece duas mil vagas para o Programa Projovem Trabalhador


Com o objetivo de auxiliar os jovens a entrar no mercado de trabalho, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social (Seas), está ofertando duas mil vagas para o Programa Projovem Trabalhador.

Na quarta-feira (14) o secretário da Seas, Márcio Felix, assinou o contrato com as duas empresas de qualificação profissional que irão desenvolver os cursos profissionalizantes nos doze municípios que aderiam ao Programa, junto ao governo do Estado.

Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, aumentam as dificuldades dos jovens para conquistar o primeiro emprego, principalmente os jovens que vêm de famílias mais humildes, que cotam com poucos ou nenhum recurso para investir em cursos técnicos e profissionalizantes, o que impede que boa parte da juventude inicie sua vida profissional com boas oportunidades.

A adesão ao Projovem Trabalhador do governo federal, no estado de Rondônia, proporciona a qualificação profissional de jovens com idade entre 18 a 29 anos que pertençam a famílias com renda máxima mensal de até meio salário mínimo por pessoa.

"Além de qualificar o jovem, existe, na coordenação do projeto, uma equipe voltada à captação de vagas na sua cidade. Essa equipe vai indicar para as vagas de emprego os alunos com melhor aproveitamento. É obrigatória a inserção de pelo menos 30% dos alunos no mercado de trabalho", destaca o titular da Seas, Márcio Felix.

O secretário diz ainda que nessa primeira etapa, doze municípios aderiram ao Programa, que oferece cursos em diversas áreas entre elas, o turismo, administração, saúde e estética. "Dentre os municípios, destacamos Costa Marques, Guajará-Mirim e Pimenteiras do Oeste, onde o índice de pobreza é muito alto e a juventude acaba ficando sem perspectiva para o futuro. O Programa é uma oportunidade para os jovens interessados em desenvolver suas habilidades profissionais para tentar uma vaga de emprego melhor", frisa Felix.

Os jovens que participarem dos cursos profissionalizantes, cuja duração é de seis meses, irão receber uma bolsa no valor de R$ 600 divida em seis parcelas, além de alimentação no período do dia em que o aluno está realizando o curso, bem como todo material didático.

Ao assinar o contrato junto às empresas que irão realizar os cursos profissionalizantes, Márcio Felix pediu agilidade para iniciar os cursos. "O governador Confúcio Moura pede que os cursos iniciem logo que encerrar o processo de inscrição, que será coordenado pelas regionais da Seas nos municípios", finaliza o secretário.

A Seas disponibiliza o telefone (69) 3216-8878 para os interessados adquirirem mais informações, a respeito dos cursos, período e local para as inscrições.

Fonte: Decom
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)