Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Governo libera R$ 1,2 bi para ajudar estados e municípios



Wellton Máximo
 Agência Brasil

Brasília - Estados e municípios afetados por desastres naturais no fim do ano passado receberão R$ 1,2 bilhão em ajuda federal para obras de reconstrução. Medida provisória publicada hoje (8) no Diário Oficial da União destina excedente de recursos do Orçamento do ano passado para ações emergenciais.

A quantia vem do superávit financeiro, composto de despesas previstas no Orçamento que não foram executadas e de excesso de arrecadação sem gastos correspondentes previstos. Diferentemente do superávit primário, esse dinheiro nem chegou a ser usado para pagar os juros da dívida pública no ano em que se verificou o excedente de recursos.

Por lei, o superávit financeiro só pode ser usado para abatimento da dívida pública. Dessa forma, o governo teve de editar uma medida provisória para abrir uma exceção e permitir que os recursos sejam usados em ajuda emergencial e em obras de reconstrução.

Os recursos serão distribuídos entre a Secretaria Especial de Portos e os Ministérios da Integração Nacional e da Educação. O maior valor, R$ 1 bilhão, será destinado ao Ministério da Integração Nacional para o atendimento de populações vítimas de desastres. O dinheiro será usado para o fornecimento de roupas e cestas básicas, recuperação de estruturas físicas e remoção de escombros.

O Ministério da Educação receberá R$ 200 milhões, que serão transferidos para estados e municípios. A verba será usada na reconstrução e reforma de escolas públicas. A Secretaria Especial de Portos ganhará R$ 74,5 milhões para executar obras no Porto de Santo Antônio, no Arquipélago de Fernando de Noronha, afetado por fortes ventos e ondas no fim do ano passado. Em março, o governo federal havia liberado R$ 7 milhões para a recuperação do terminal portuário.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)