Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Governo investe em estradas para alavancar a economia


De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas no setor agrícola, Rondônia obteve uma produção de R$ 1,2 bilhão em 2010, com destaque para a produção cafeeira, de soja, mandioca e milho, que corresponderam a mais de R$ 900 milhões.

Para que todos esses produtos possam chegar aos mercados consumidores, são necessários muitos investimentos. Dentre eles, está a manutenção e melhoria nas estradas e rodovias do Estado. Nesse sentido, o Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) tem trabalhado para que as vias sob sua responsabilidade ofereçam cada vez mais segurança e agilidade.

Para o diretor-geral do DER, engenheiro Lucio Mosquini, os investimentos que estão sendo feitos na infraestrutura de transportes tem contribuído fortemente para o desenvolvimento de Rondônia. Entretanto, ele frisa a necessidade de se investir mais e garante que o governador Confúcio Moura tem planos audaciosos para o setor de estradas.

“Enquanto a Europa e os Estados Unidos estão em crise, estamos vivendo um período de expansão econômica no país. Por isso, estamos aproveitando este momento para fazermos obras fundamentais para um desenvolvimento mais acelerado de Rondônia”, enfatiza o diretor-geral do DER.

Ele ainda ressalta o empenho da atual administração em busca de recursos. “O governador Confúcio Moura obteve recentemente junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um empréstimo de R$ 168 milhões para pavimentação de estradas em Rondônia”, ressalta.

“Estes recursos somam-se aos investimentos diretos do Estado em infraestrutura de transportes, que já ultrapassam os R$ 160 milhões em 2011 para o asfaltamento de cerca de 220 quilômetros de vias”, destaca Mosquini.

Neste ano, o Departamento de Estradas também inovou ao iniciar a pavimentação urbana feita diretamente pelo órgão. O engenheiro Lucio Mosquini explica que “o DER adquiriu usinas de asfalto e está utilizando equipe própria no asfaltamento de ruas, como por exemplo, em Guajará-Mirim. Isso possibilita uma economia de até R$ 200 mil por quilômetro pavimentado”.

Outro programa de grande repercussão é o Projeto Estradão. Ele visa uma completa reestruturação das vias não pavimentadas sob responsabilidade do DER. “São cerca de cinco mil quilômetros de estradas que estão recebendo abertura lateral, encascalhamento, patrolamento e sinalização, além de colocação de bueiros e reforma de pontes de madeira”, finaliza o engenheiro Lucio Mosquini.

Fonte: Decom
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)