Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Frigoríficos de RO estão aptos a exportar para a Malásia


O Governo da Malásia autorizou a habilitação de dez frigoríficos de carne brasileiros para fins de exportação. O estado de Rondônia tem participação importante, pois três plantas frigoríficas rondonienses estão entre as dez habilitadas em todo o país: os frigoríficos Minerva e Marfrig, de Rolim de Moura, e o frigorífico JBS, de Vilhena.

“São plantas industriais modernas e que cumprem rigorosos modelos de produção de porte mundial”, explica o secretário da Seagri, Evandro Padovani. Ele lembra o trabalho realizado ao longo de mais de uma década por instituições como a Idaron, Emater, Seagri e, em especial, do produtor rural, no eficiente combate à febre aftosa. “Temos que destacar o produtor rondoniense, consciente da importância de vacinar o gado”, diz.

A notícia da habilitação dos frigoríficos brasileiros pelo governo do país asiático foi confirmada nesta terça-feira (22) pela embaixada brasileira de Kuala Lumpur, que recebeu os certificados de aprovação de oito unidades frigoríficas do Departamento de Serviços Veterinários do Brasil (DVS). As informações foram divulgadas em nota pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Rebanho

Rondônia possui um rebanho de 12 milhões de cabeças, sendo oito milhões de gado de corte. O estado é o principal produtor da região norte e um dos cinco maiores exportadores do país, além de ocupar a sétima colocação entre os maiores rebanhos. Boa parte do gado rondoniense ainda é tratada de modo natural, a pasto. É o famoso “boi verde”. Mas crescem no estado as iniciativas de confinamento de gado, para produção intensiva.

Em 2013, as exportações rondonienses de carne desossada de bovino congelada bateram novo recorde de crescimento, com uma elevação de 57%, atingindo um volume de US$ 474 milhões. A carne bovina é o principal produto de exportação de Rondônia e corresponde a cerca de 50% das vendas externas do estado.


Fonte
Texto: Sandro B. André - Assessoria Seagri
Decom - Governo de Rondônia

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de