Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Feira do Produtor bate recorde


O Transporte da produção da agricultura familiar mais que triplicou nos últimos cinco meses. De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Leonel Bertolin, até ao final do ano de 2012, oriundos dos distritos e da área rural do entorno da cidade de Porto Velho, uma média de 50 toneladas dessa produção chegava à Feira do Produtor, mensalmente. Em 2013, de janeiro a maio, a média elevou-se para 160 toneladas. Somente no mês de abril, atingiu-se a marca significativa de 175 toneladas de produtos transportados.
 
“Pode-se apontar como motivos da mudança a reorganização dos serviços. Caminhões que estavam parados foram concertados e colocados em funcionamento, os serviços das equipes de transporte passaram a ser monitorados com maior rigor. Além disso, passamos também a reorganizar o espaço da Feira e a oferecer Box para os próprios trabalhadores comercializarem seus produtos. Fizemos também o recadastramento de associações, cooperativas e, sobretudo, passamos a manter contatos diretos com produtores que eram procurados apenas por atravessadores, sendo que esses, muitas vezes, mais atrapalhavam do que ajudavam. Tudo isso resultou em imediatas mudanças. O transporte da produção e o movimento da Feira subiram vertiginosamente”, observou Bertolin.
 
Segundo o secretário, o avanço se dará ao longo do ano corrente, mas será em 2014 que a agricultura familiar e a Feira do Produtor deverão alcançar patamares muito mais elevados. A Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric), contando com o apoio da Secretaria Municipal de Obras (Semob), realizará a reforma predial da Feira do Agricultor e construirá um novo Centro de Distribuição. À Semob caberão obras de paisagismo, jardinagem, drenagem e asfaltamento da Feira e do novo Centro de Armazenamento. A Semagric vai capacitar o Centro para que atenda não apenas à produção de Porto Velho, mas também a do intitulado Território da Cidadania, que abarca os municípios de Candeias, Itapuã do Oeste, Guajará-Mirim e Nova Mamoré. Também serão instaladas novas bancas de separação de produtos e adquiridos outros meios de transporte, como caminhões e barcos.
 
“Nossa meta para o próximo ano é chegarmos ao transporte de 500 toneladas mês. Contudo, ainda neste ano, com o serviço de recuperação de estradas, que já está sendo iniciado, e com o reaparelhamento da Feira e com a organização que estamos implantando nas formas de trabalhos, já poderemos ver aumentar significativamente a média de produtos transportados”, ressaltou Bertolin.
 
Fonte:  Renato Menghi

 

Gente de OpiniãoSexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)