Porto Velho (RO) domingo, 5 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Fazenda estima crescimento sustentado pela força do mercado doméstico



Daniel Lima
Agência Brasil


Brasília - O mercado doméstico continuará sendo “primordial para a sustentabilidade do crescimento econômico brasileiro ao longo dos próximos anos”, avalia o relatório Economia Brasileira em Perspectiva, relativo ao primeiro bimestre deste ano e disponível no site do Ministério da Fazenda.

Técnicos do Ministério da Fazenda avaliam que a consolidação dos investimentos e a força do mercado doméstico serão essenciais para a média de crescimento econômico em torno dos 5,1% nos próximos anos ante os 5,9% projetados anteriormente. Para 2011, a taxa de crescimento foi estimada em torno de 4,5% e não mais em 5% como constava no relatório de 2010. A estimativa é mais otimista que a do mercado financeiro que prevê um crescimento de 4% este ano.

De acordo com o documento, com a retirada dos estímulos utilizados para enfrentar a crise econômica, o mercado doméstico vai desacelerar. A previsão é que a absorção doméstica, que considera consumo e investimentos, registre aumento de 5,9% em 2011 ante os 6,4% estimados no último relatório.

Os técnicos lembram que após o crescimento recorde de 2010, foram necessárias medidas para equilibrar a economia, com ajuste na taxa de juros e na meta fiscal, de modo a permitir uma expansão mais moderada, sem o descompasso entre a oferta e a demanda.

“Essa desaceleração será fruto de medidas fiscais e monetárias, com vistas à convergência da inflação para o centro da meta. Para 2011, o destaque será a ênfase nos investimentos, cujo crescimento, previsto em torno dos 10%, deverá contribuir para o crescimento de 1,9 ponto percentual do Produto Interno Bruto (PIB)."

A expectativa é que nos próximos dias sejam divulgados dados mais recentes referentes ao segundo bimestre de 2011.

 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de