Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Faturamento de supermercados no Natal deve subir 15% e setor prevê contratar 10 mil


Agência O GloboSÃO PAULO - O faturamento dos supermercados brasileiros deve crescer 15% no período do Natal deste ano em relação ao anterior. Segundo sondagem feita com 70 redes que representam 75% das vendas do setor, os supermercados devem contratar cerca de 10 mil trabalhadores temporários para o final do ano. Desses, 20% devem ser efetivados.Segundo João Carlos Oliveira, presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o o movimento maior deverá ser estimulado pelo 13º salário, pelos bônus que os trabalhadores recebem no fim do ano e pelo otimismo do consumidor em meio a variáveis econômicas positivas, como juros em queda e expansão do emprego.- O consumidor terá um dezembro muito otimista - afirma.A pesquisa da Abras para o Natal mostrou que 55% dos supermercados pretendem manter suas encomendas no mesmo nível de 2005 e 45% pretendem aumentá-las.- Ninguém disse que vai comprar menos. Isso é positivo - acrescentou Oliveira.O período de Natal é considerado de 10 de dezembro a 24 de dezembro. A expectativa para dezembro como um todo é de alta do faturamento entre 5% e 6% sobre igual mês de 2005.Previsão de crescimento em 2006Oliveira manteve sua previsão de crescimento de 1% no faturamento de todo o ano de 2006 sobre o ano anterior, apesar de as vendas acumularem no ano, até setembro, queda de 2,21% em termos reais.O faturamento dos supermercados subiu 0,94% em setembro sobre agosto e 2,12% sobre setembro de 2005, em termos reais. A alta deveu-se a um aumento de preços após seguidas deflações, sobretudo nos custos de alimentação, e ao maior número de finais de semana em relação a agosto. Os dados reais da Abras são deflacionados pelo IPCA. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro subiu 0,21%, acima da taxa de 0,05% no mês anterior.Oliveira também aposta em melhora do faturamento em outubro e novembro. Para o volume das vendas, a previsão do presidente é de alta de 3,5% a 4% neste ano sobre o anterior, alta classificada como "considerável'' por Oliveira, já que ocorre sobre a forte expansão de 5% obtida em 2005.A diferença entre o aumento previsto para o faturamento e para as vendas físicas deve-se ao menor preço dos produtos por causa da inflação baixa deste ano.

Mais Sobre Economia - Nacional

Reforma trabalhista possibilita ganho salarial no comércio  e menos processos e gastos na Justiça do Trabalho

Reforma trabalhista possibilita ganho salarial no comércio e menos processos e gastos na Justiça do Trabalho

Adoção das medidas aprovadas ainda é parcial, mas CNC acredita no avanço rumo a relações de trabalho modernas e respeitadoras

Mega Sena acumula

Mega Sena acumula

O prêmio acumulado e está estimado em R$ 33 milhões

Presidente Temer assina decreto que regulamenta novo regime automotivo

Presidente Temer assina decreto que regulamenta novo regime automotivo

Na abertura oficial do Salão do Automóvel, em São Paulo, o presidente Michel Temer assinou hoje (8) o decreto denominado Rota 2030, que regulamenta

3ª redução na semana no preço da gasolina nas refinarias

3ª redução na semana no preço da gasolina nas refinarias

Somente em novembro, o preço da gasolina nas refinarias acumula queda de 8,28%.