Domingo, 25 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Faturamento das micro e pequenas cresce 9,6%



Flávia Albuquerque
Agência Brasil

São Paulo – As micro e pequenas empresas (MPEs) de São Paulo registraram aumento de 9,6% no faturamento em 2010, com um total de R$ 305,8 bilhões. No estado são 2 milhões de MPEs que representam um terço do total do país.

De acordo com a pesquisa Indicadores Sebrae, realizada pela entidade. Em dezembro as MPEs faturaram R$ 30,7 bilhões ,com alta de 19,2% na comparação com dezembro de 2009. O setor de serviços lidera com crescimento de 22,6%, seguido por comércio (22,5%) e indústria (5,7%).

Segundo o diretor superintendente do Sebrae, Bruno Caetano, o crescimento se deve a força das MPEs paulistas que após um 2009 pouco exitoso por conta da crise financeira global, se recuperaram, com a retomada do consumo interno do país. Em 2010 foram abertas 189 mil MPEs e São Paulo.

“O ano de 2010 foi excepcional para as MPEs de São Paulo com faturamento muito expressivo sendo o maior apurado nos últimos 12 anos, desde que a pesquisa começou a ser realizada”.

Caetano destacou que entre os mais de dois mil pesquisados em São Paulo a maioria declarou estar otimista quanto ao futuro das MPEs em 2011, com 44% dos entrevistados dizendo que haverá manutenção na receita da empresa no primeiro semestre e 47% que haverá manutenção no nível de atividade da economia nacional.

Para Caetano, o corte no Orçamento Geral da União anunciado ontem (9) não deve ter impacto na vida financeira das MPEs. Ele disse que o mal maior seria a volta da inflação. “As MPEs devem ficar atentas porque podem ser influenciadas na medida em que o governo diminui o seu investimento e suas compras. Para compensar, as MPEs devem reforçar seus padrões de gestão, ficar atentas ao fluxo de caixa e ajustar seus calendários de vencimentos das despesas”.
 

Gente de OpiniãoDomingo, 25 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Domingo, 25 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)