Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Exportador terá de declarar recursos que deixar no exterior


Agência O Globo BRASÍLIA - As empresas que quiserem deixar 30% de suas receitas de exportação fora do país - medida autorizada pelo governo em agosto deste ano - terão que prestar contas à Receita Federal anualmente sobre a destinação desses recursos. Segundo instrução normativa publicada ontem no Diário Oficial, os empresários terão que entregar uma declaração ao Fisco comprovando que as receitas deixadas em outros países foram utilizadas para realizar investimentos, aplicações financeiras ou pagar contas. No entanto, as empresas não poderão usar o dinheiro para conceder financiamentos.A instrução normativa regulamenta a medida provisória (MP) 315, que modificou a legislação cambial no país. Antes da MP, os empresários eram obrigados a ingressar no país com 100% de suas receitas de exportação. Segundo Carlos Alberto Barreto, secretário-adjunto da Receita Federal, a entrega da declaração será uma forma de aumentar o controle do Fisco sobre as operações das empresas no exterior.

Mais Sobre Economia - Nacional

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirma, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a estritura tributárias do país sofre com muita

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

O caos do Pedro Parente aliado ao caos gerencial do governo continua a deixar um rastro de desorganização generalizada na logística de transportes e n

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e

Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos por 20 anos, o governo teria melhores condições de sanear as contas p