Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Endividamento das famílias em abril foi recorde, diz BC


Kelly Oliveira /Agência Brasil

Brasília – O endividamento das famílias com o sistema financeiro continua a subir. De acordo com dados do Banco Central (BC), em abril, a dívida total das famílias equivalia a 44,46% da renda acumulada nos últimos 12 meses.

Esse indicador vem crescendo desde o início da série histórica do BC, em janeiro de 2005. O resultado de abril é recorde da série.

Ao se desconsiderar desse indicador o endividamento com financiamento imobiliário, o percentual ficou estável entre março e abril em 30,47%. O patamar mais elevado desse indicador, sem o crédito imobiliário, foi registrado em agosto de 2012 (31,49 %). No início da série histórica, estava em 15,29%.

Os técnicos do BC costumam argumentar que o maior endividamento é decorrente do crescimento do crédito imobiliário. Para o BC, as famílias estão trocando dívidas de consumo por aquisição de patrimônio.

Mais Sobre Economia - Nacional

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de

Coronavírus: Caixa anuncia novas medidas de estímulo à economia brasileira

Coronavírus: Caixa anuncia novas medidas de estímulo à economia brasileira

A CAIXA anuncia nesta quinta-feira (26) uma série de medidas para ajudar a combater o efeito do novo coronavírus na economia e reforçar a liquidez.

MEIs puxam recorde histórico de novas empresas em 2019 e Região Norte tem crescimento de 30,7%, o maior do país, revela Serasa Experian

MEIs puxam recorde histórico de novas empresas em 2019 e Região Norte tem crescimento de 30,7%, o maior do país, revela Serasa Experian

O Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian registrou 3,1 milhões de novos empreendimentos em 2019, o maior número desde o início da séri

Gasolina: Petrobras espera que queda de preço chegue aos postos

Gasolina: Petrobras espera que queda de preço chegue aos postos

A Petrobras informou que, com uma nova redução de 15% a partir desta quarta-feira (25), o preço médio da gasolina nas refinarias passa a ser R$ 1,14