Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Embrapa leva boas práticas para o manejo da castanha-do-brasil ao MS


Pesquisadoras da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estão levando orientações de boas práticas para os coletores de castanha-do-brasil do município de Itaúba, no Norte do Mato Grosso. Esta cidade é considerada a capital matogrossense da castanha-do-brasil, popularmente conhecida como castanha-do-pará.

Os encontros sobre o tema tiveram início em maio de 2012, foram realizados também em junho, o próximo está previsto para julho e o encerramento ocorrerá em agosto deste ano, pois em setembro tem inicio o período de coleta da castanha e os produtores já entrarão na mata e passarão a praticar as recomendações de boas práticas.

Essas ações fazem parte do Projeto Kamukaia, que é uma rede de pesquisa coordenada pela Embrapa Acre, desde 2005, criado para gerar informações básicas que auxiliem na tomada de decisões e recomendações de práticas de manejo sustentável para produtos florestais não-madeireiros. O estado de Mato Grosso participa da rede com experimentos, que também são desenvolvidos nos estados do Acre, Rondônia, Roraima, Pará e Amapá. As pesquisadoras Eulália Hoogerheide e Silvia Campos da Embrapa Agossilvopastoril (Sinop-MT) e Vânia Beatriz de Oliveira da Embrapa Rondônia são responsáveis pelos encontros.

Segundo a pesquisadora Vânia de Oliveira, “Estas reuniões preparatórias servem para trocar informações, identificar dificuldades e buscar soluções conjuntas para que o processo de adoção das boas práticas se concretize com sucesso”. Para Silvia Campos, a implementação das boas práticas para o manejo da castanha durante a coleta, secagem e armazenamento, é fundamental para que os produtores consigam mais qualidade em seus produtos. “A secagem correta da castanha, permite melhorar significativamente a qualidade da castanha produzida, que fica mais limpa, com menos umidade e isso diminui o risco de contaminação por fungos”, explica.

A pesquisadora Eulália Hoogerheide conta que em cada encontro está sendo abordada uma das fases das boas práticas: pré-coleta, coleta, pós–coleta e monitoramento. Para a próxima reunião, em julho, o grupo de castanheiros serão levados até Sinop, para conhecer as novas instalações da Embrapa Agrossilvipastoril, assim como visitar uma unidade beneficiadora de castanha em grande escala no município.

Fonte: Renata Silva

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de