Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Economias do Brasil e da China tendem a uma moderação no crescimento, diz OCDE


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – Os países da zona do euro – as 17 nações que adotam a moeda única – sinalizam, nos primeiros meses deste ano, a recuperação de suas economias, no entanto o Brasil e a China indicam abrandamento, mostram dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em relatório divulgado hoje (12), a OCDE informou ainda que as economias dos Estados Unidos e do Japão lideram as perspectivas de crescimento.

Para as economias da zona do euro, a OCDE apontou sinais “mais fortes, embora incertos”. A análise do crescimento das economias da China e do Brasil mostrou a tendência de ritmo abaixo da perspectiva global. O objetivo dos indicadores mensais da OCDE é apontar momentos de mudança nas atividades econômicas - que variam a longo prazo.

No conjunto do Brics – bloco que reúne o Brasil, a China, Rússia, Índia e África do Sul -, a OCDE avalia “variações positivas no ritmo de crescimento, embora as economias russa e indiana estejam abaixo das demais.

A OCDE analisou a situação econômica dos 33 países que integram a organização. “Os Estados Unidos e o Japão continuam a liderar a posição global. O crescimento forte, embora incerto, começa a aparecer em todas as outras grandes economias da OCDE e na zona do euro como um todo”, diz o relatório.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa//Edição: Graça Adjuto
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)