Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Dólar e Bolsa de Valores operam em alta


 
Da Agência Brasil

Gente de Opinião

Dólar opera em alta com valorização de 1,21%, cotado a R$ 3,625  Arquivo/Agência Brasil

O dólar comercial opera hoje (21) em alta e às 11 horas estava cotado a R$ 3,625, com valorização de 1,21%. Na última sexta-feira (18), a moeda norte-americana fechou no menor valor em sete meses, vendida a R$ 3,582, com queda 1,96%.

Existe a expectativa de uma leilão de swap cambial reverso. Há três anos esse tipo de leilão não é realizado. O swap cambial reverso equivale à venda de dólar no mercado futuro e deve reduzir a pressão de alta da moeda americana.

Na bolsa, o índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, opera em alta. Às 11h16, o índice registrava elevação de 0,75%, com 51.199 pontos.

O índice Ibovespa encerrou a sexta-feira com queda de 0,19%, aos 50.815 pontos. Os investidores venderam ações para embolsar parte dos ganhos um dia depois de o índice subir quase 7% e ter a maior alta diária desde 2009.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões