Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

DIZ PERSIVO COMENTA: O DESPERDÍCIO E OS PÉSSIMOS SERVIÇOS PÚBLICOS



Em discurso de improviso na 33ª reunião da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), o presidente Lula da Silva defendeu a carga tributária do País, alegando que "quem tem carga tributária de 10% não tem Estado" e "o Estado não pode fazer absolutamente nada". E emendou que "Tem gente que se orgulha de dizer, 'olha, em meu país, a carga tributária é de apenas 9%, no meu país é apenas 10%'. Quem tem carga tributária de 10% não tem Estado. O Estado não pode fazer absolutamente nada", afirmou. "E estamos aí cheio de exemplos para a gente ver. É só percorrer o mundo para perceber que exatamente os Estados que têm as melhores políticas sociais são os que têm a carga tributária mais elevadas, vide Estados Unidos, Alemanha, Suécia, Dinamarca."Segundo Lula, os países que têm a carga tributária menor, "não têm condição de fazer absolutamente nada de política social, é só fazer um recorrido pela América do Sul."

Bem, hoje, nada mais é de espantar em Lula ainda mais que, apesar de ter sido contra no passado, agora, como vai falar diferente se, mesmo com o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e medidas de cortes de tributos, o brasileiro gastou mais com impostos do que no passado. Basta verificar que, antes de 2002 quando ainda candidato Lula dizia que iria baixar a carga, mas, quando viu que ganharia a eleição já mudou o discurso para o compromisso de não elevar a carga tributária que, aliás, não honrou, pois, a receita do setor público cresceu em uma velocidade maior que a do crescimento da economia. Mas, para a justificativa que deu, não houve resposta melhor que a do economista Paulo Rabello de Castro, presidente do Conselho de Planejamento Estratégico da Fecomércio-SP, reagiu as palavras de Lula afirmando “Quem tem carga de 10% faz um país do tamanho da China".Outra coisa que não bate é que os países de carga tributária, todos do primeiro mundo, tem serviços de primeira enquanto os serviços publicos brasileiros...

Livrai-nos, Senhor, de ter necessidade deles! A carga tributária alta, na verdade, esconde uma qualidade de gasto público péssima e uma realização que envergonharia qualquer dirigente que tivesse consciência de seu papel.

Fonte: Blog Diz Persivo

Gente de OpiniãoSexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)