Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

CRISE: Fórum discute os impactos da crise econômica nos estados


 

Nos dias 19 e 20 de março foi realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, o XXXVII Fórum Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento, evento realizado pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento (CONSEPLAN), com o apoio da Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão do Distrito Federal.

A abertura do Fórum contou com a presença do governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, que reforçou a importância dos secretários do planejamento para o país, destacando a troca de experiências entre os estados como forma de fortalecer os instrumentos de planejamento.

O evento foi conduzido pelo Presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento e Secretário de Estado do Planejamento e Coordenação Geral de Rondônia, João Carlos Gonçalves Ribeiro, com a presença do anfitrião secretário de Planejamento e Gestão do Distrito Federal, Ricardo Pinheiro Penna, do subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Relações Institucionais do Governo Federal, Alexandre Padilha e do Superintendente Nacional de Produtos de Repasse da Caixa Econômica Federal Ivan Domingues das Neves.

Dentre os temas tratados no primeiro dia, o economista e consultor Cláudio Porto ministrou a palestra sobre os cenários macroeconômicos da crise, destacando que o primeiro passo é que seja feito um diagnóstico sobre a crise, sendo este de responsabilidade das Secretarias do Planejamento, e ressaltou a importância da interligação entre os estados, já que a crise atua de maneira diferente em cada um deles. O subsecretário do Planejamento do Rio de Janeiro, Paulo Vicente dos Santos Alves, apresentou palestra sobre a visão estratégica da crise econômica mundial, e, no período da tarde, os assuntos apresentados na pauta foram: as obras do PAC e a Elaboração e Execução de Projetos, apresentado pela Caixa Econômica Federal, e o andamento do PAC, apresentado pelo Assessor da SPI Márcio Medeiros.

No último dia (20) os secretários de Planejamento receberam o Ministro Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, que falou sobre a crise Mundial e o Projeto Nacional, destacando o trabalho do CONSEPLAN. Foi ainda apresentada palestra sobre o impacto da crise sobre os Estados Brasileiros, pelo palestrante Francisco Carlos Teixeira da Silva, convidado da Fundação Dom Cabral.

Na reunião, os secretários Estaduais do Planejamento de todos os estados elaboraram uma "Carta Aberta do Conselho Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento", apresentando as preocupações dos estados na busca de soluções concretas em prol da superação da atual crise. Nesta carta o Conselho apresentou duas linhas de ação interligadas na busca de minimizar os impactos da crise que são: austeridade no setor público e a busca da cooperação para o desenvolvimento. Após a elaboração e aprovação da Carta, os secretários de Planejamento receberam o Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo, ao qual entregaram a Carta.

O Presidente do CONSEPLAN e Secretário de Estado do Planejamento e Coordenação Geral de Rondônia, João Carlos Gonçalves Ribeiro, pontuou como positivo o encontro e destacou que, com as trocas de experiências e discussões apresentadas é que podemos vislumbrar a possibilidade de estabelecer condições para que o Brasil realize a travessia desta crise de maneira menos traumática e com valorização do planejamento e soluções sustentáveis.

Fonte: Decom

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)