Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Crescimento da economia é gradual, diz BC


Kelly Oliveira
Agência Brasil

Brasília - A recuperação da atividade econômica tem sido “gradual”, segundo avaliação do Banco Central (BC) no Boletim Regional, publicado hoje (3). O boletim é uma publicação trimestral, com o objetivo de apresentar uma visão das regiões do país a partir de dados e indicadores econômicos.

De acordo com o boletim, “nos primeiros cinco meses do ano, a economia brasileira tem mantido ritmo moderado de expansão”. Um dos motivos para a atividade estar em ritmo mais lento são os efeitos da crise econômica internacional.

“A recuperação da atividade econômica doméstica tem se materializado de forma bastante gradual, em grande parte devido aos impactos negativos do cenário internacional sobre o comércio e a confiança dos empresários”, afirma o boletim.

Outro fator identificado pelo banco são “os efeitos decorrentes de adversidades climáticas enfrentadas pelo setor primário, com quebras de safra em diversas regiões produtoras do país”. O BC cita ainda a redução da atividade industrial, especialmente na Região Sudeste.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) mostra que o crescimento da economia nos cinco meses do ano foi 0,85%, na comparação com igual período de 2011.

No entanto, para o BC, a expectativa é de aumento da atividade econômica neste semestre: “As condições favoráveis do mercado de trabalho, o crescimento da renda, o crescimento moderado do crédito, bem como a confiança dos consumidores, tendem a sustentar a expansão da demanda [procura por bens e serviços]”.

Hoje (3), em Salvador, o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Hamilton Araújo, apresenta os indicadores do boletim. Ele fará análise das informações sobre as regiões do país, com ênfase na economia baiana e do Nordeste.
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)