Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Cresce venda de papelão ondulado no primeiro bimestre


Agência O GloboSÃO PAULO - As vendas de papelão ondulado no primeiro bimestre apresentaram um crescimento de 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado, com 344,6 mil toneladas. Os resultados do setor são considerados um dos termômetros da economia, uma vez que o papelão ondulado é usado como embalagem em muitos produtos e as suas vendas podem indicar a intenção das indústrias em aumentar ou diminuir sua produção.Segundo Paulo Sérgio Peres, presidente da Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO), " em relação ao ano passado o setor acumula vendas dentro do previsto " .Em fevereiro, foram vendidas 168,9 mil toneladas de papelão ondulado. Esse resultado é 2,5% maior em relação a fevereiro de 2006, quando o setor vendeu 164,8 mil toneladas. Em relação a janeiro, as vendas de fevereiro apresentaram uma queda de 4%.(Adilson Fuzo | Valor Online)

Mais Sobre Economia - Nacional

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

A EXPECTATIVA PARA AS VENDAS DE RONDÔNIA SÃO MELHROES QUE A MÉDIA NACIONALA Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estima q

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

O Banco Central (BC) aprovou, com restrições e limitações, a aquisição de 49,9% da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco. O acordo viabiliza o investime

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Caso o Congresso acate, o reajuste dos ministros do STF vai aumentar a despesa em R$ 10,55 milhões por mês, ou R$ 137,15 milhões, aí somado o décimo-t