Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Crédito bancário tem expansão de 0,7% e sobe a R$ 738,7 bilhões em janeiro


Agência O GloboBRASÍLIA - O volume global de crédito bancário teve elevação mensal de 0,7% em janeiro, atingindo R$ 738,719 bilhões. Na equivalência com o Produto Interno Bruto (PIB), o estoque de crédito permaneceu nos 34,3% registrados ao fim de 2006, mas acima dos 31% do PIB de igual mês do ano passado, segundo informou o Banco Central (BC).Os empréstimos com recursos livres, que representam 67,9% do total, subiram para R$ 501,5 bilhões, em função de crescimento mensal de 1,4% nas operações com pessoas físicas (R$ 242,4 bilhões). Como sempre ocorre no início do ano, as empresas tomaram menos financiamentos, por retração natural da atividade. O estoque de empréstimos a pessoas jurídicas diminuiu 0,6% no mês e somou R$ 259,2 bilhões.Já o crédito direcionado teve alta de 1,3% em janeiro e de 16,7% sobre igual intervalo de 2006. Segundo o BC, houve aumento de 1,2% nos financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também uma expansão de 2,6% no crédito habitacional, em especial dirigido a construtoras.Os desembolsos do BNDES atingiram R$ 4,7 bilhões, crescimento de 88,1% sobre janeiro de 2006. Os setores de alimentos, bebidas e metalurgia básica tomaram mais crédito na instituição oficial e, com isso, os recursos destinados à indústria somaram R$ 3,1 bilhões.Do lado inverso, as liberações para comércio e serviços apresentaram queda de 16,4% no mês, totalizando R$ 1,2 bilhão. As consultas sobre financiamentos junto ao BNDES, um indicador de investimentos potenciais, revelaram acréscimo de 47,9% em relação a igual mês do ano passado.De acordo com o BC, a inadimplência junto ao sistema financeiro aumentou 0,1 ponto percentual, nos atrasos superiores a 90 dias, com a taxa média registrando 5,1%. As empresas apresentaram alta na inadimplência, também de 0,1 ponto, para uma taxa média de 2,8%. Enquanto os atrasos em operações de pessoas físicas recuaram 0,1 ponto, para 7,5% na média.(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Mais Sobre Economia - Nacional

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Nova realidade financeira do sistema foi tema abordadoOs dirigentes das Unidades do Sebrae da Região Amazônica estiveram reunidos em Cuiabá na ultima

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI  facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?*            No final de 2018, o governo estadual publicou relatório esclarecedor das contas do est

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

A Receita liberou hoje (14) a consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física ,contemplando as restituições r

Brasil pode se tornar o maior produtor de biodiesel no mundo

Brasil pode se tornar o maior produtor de biodiesel no mundo

Uso de antioxidante evita perdas no processo produtivoO Brasil abre oportunidades de crescimento no biodiesel e pode se transformar em um dos maiores