Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Copom corta taxa Selic em 0,5 ponto percentual. Juros estão a 13,75% ao ano


Agência O GloboBRASÍLIA - O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu nesta quarta-feira reduzir a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 13,75% ao ano, reforçando o menor nível histórico da taxa. A decisão foi unânime e a reunião demorou pouco mais de duas horas, uma das mais curtas dos últimos meses.Este é o sétimo corte seguido e o décimo primeiro desde setembro de 2005 até agora, quando o Banco Central começou a reduzir a taxa básica de juros. A Selic, atualmente, está em seu menor patamar histórico, mas ainda é considerada bastante elevada por especialistas.Segundo o diretor executivo da corretora NGO, Sidnei Moura Nehme, com a queda da Selic para 13,75% e com a projeção do mercado de inflação para os próximos 12 meses de 4,08%, a taxa de juro real do Brasil ainda resulta em 9,29% - superior à da Turquia (6,2%); China (4,8%), Israel (4,3%) e Canadá (2,9%). O Boletim Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira, contendo estimativas de analistas de mercado, mostrava que a maior parte deles acredita que a taxa básica de juros do país fechará 2006 em 13,50%, e estará em 12,50% em dezembro e 2007.A projeção para a inflação em 2006 sofreu uma leve correção. A estimativa agora é de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechará o ano em 3%, pouco abaixo dos 3,01% estimados no levantamento anterior. Para 2007, a projeção foi mantida em 4,20%.Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA de setembro subiu mais que o esperado, em 0,21%, mas ainda acumula a menor taxa no ano desde 1998, de 2%. No acumulado entre janeiro e setembro do ano passado, a taxa estava em 3,95%.Nesta quarta-feira, a Fundação Getúlio Vargas divulgou que o Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) desacelerou para o,21% em outubro, depois de uma alta de 0,36% no mês anterior.

Mais Sobre Economia - Nacional

10 direitos dos trabalhadores em caso de demissões depois da reforma trabalhista

10 direitos dos trabalhadores em caso de demissões depois da reforma trabalhista

Apesar da economia já apresentar melhoras, ainda é grande o temor de muitos trabalhadores em relação a possibilidade de serem os próximos demitidos e

Obrigações do MEI - Empréstimo para MEI: Linhas de crédito disponíveis - eSocial começa a receber informações do MEI

Obrigações do MEI - Empréstimo para MEI: Linhas de crédito disponíveis - eSocial começa a receber informações do MEI

*Obrigações do MEI* O Microempreendedor Individual (MEI) é um enquadramento empresarial previsto no SIMPLES Nacional e, por isso, fica isento dos trib

Economia: LDO de 2020 não prevê concursos nem reajuste para servidores

Economia: LDO de 2020 não prevê concursos nem reajuste para servidores

A proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, apresentada hoje (15) pelo Ministério da Economia, não prevê concursos não autorizados ne

Equipe econômica do governo Bolsonaro propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Equipe econômica do governo Bolsonaro propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, o que representa alta de 4,