Sábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Confiança de serviços cai 0,9% em janeiro


Thais Leitão
 Agência Brasil

Rio de Janeiro - A confiança do setor de serviços na economia recuou 0,9% de dezembro de 2011 a janeiro de 2012 e registrou a sexta queda consecutiva. De acordo com dados divulgados hoje (6) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Confiança de Serviços (ICS) passou de 128 para 126,9 pontos.

Apesar da redução na passagem de um mês para o outro, o ICS apresentou em janeiro deste ano o melhor resultado na comparação com igual período do ano anterior desde junho de 2011, quando houve alta de 2,4%. Em janeiro de 2012, o índice ficou 1% abaixo do resultado de janeiro do ano passado. Em dezembro de 2011, o indicador havia registrado queda de 3,2% em relação ao mesmo mês de 2010.

O Índice de Expectativas (IE-S), subíndice que mede as perspectivas do empresariado do setor para os próximos meses, subiu 1,5% também em relação a janeiro de 2011, depois de registrar queda de 0,5% em dezembro nesta mesma base de comparação.

A proporção de empresas prevendo crescimento da demanda nos próximos três meses aumentou de 47,4% em janeiro do ano passado para 49,2% em janeiro deste ano. Por outro lado, a parcela das que esperam queda diminuiu de 7,7% para 6,1%.

Ainda de acordo com o levantamento, o Índice de Situação Atual (ISA-S) reduziu o ritmo de queda, ao passar de uma taxa de -6% em dezembro de 2011 na comparação com o mesmo período de 2010 para -4,2% em janeiro de 2012 em relação a janeiro do ano anterior. A proporção das empresas que avaliam a demanda atual como forte passou de 19,8% há um ano para 18,1%; enquanto a das que a consideram fraca subiu de 16,3% para 20,7% no mesmo período.

Para calcular o Índice de Confiança de Serviços (ICS), foram consultadas 2.802 empresas entre os dias 2 e 30 de janeiro.


 

Gente de OpiniãoSábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)