Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Cobrança de juros afeta expectativa de inflação, diz Meirelles


Aguinaldo Novo, Agência O Globo SÃO PAULO - Em um seminário nesta segunda-feira, com empresários da capital paulista, o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou que os juros são altos no Brasil por conta da instabilidade da inflação e pelas próprias cobranças para que o BC reduza mais fortemente as taxas, o que acaba mexendo com a expectativa futura dos preços. Meirelles voltou a fazer uma defesa clara da atual política monetária ao dizer que o país não pode se render às 'soluções fáceis, fantasias'. Numa analogia com o futebol, o presidente do BC comparou o trabalho do banco ao de um goleiro que evita o gol do time adversário. - Esse goleiro tem o melhor desempenho possível. O problema é que, toda vez que ele defende um chute contra o gol dele, ele é cobrado também porque não sai da sua área e vai marcar um gol pelo seu time - disse Meirelles, acrescentando que o BC busca soluções 'fáceis, mas elas não existem'.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões