Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

CNI pede firmeza na execução do corte de R$ 50 bilhões


 
Stênio Ribeiro
Agência Brasil

Brasília – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) disse que o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento Geral da União (OGU), antes da sanção da lei orçamentária, reforça o compromisso do governo com a responsabilidade fiscal. A CNI espera que a firmeza demonstrada agora, com esse ajuste fiscal, seja mantida ao longo do ano.

O presidente da entidade, Robson Andrade, já manifestara antes a necessidade de um corte mínimo de R$ 40 bilhões, com o objetivo de reduzir as expectativas de fortes aumentos na taxa básica de juros (Selic). Agora, a CNI diz que a redução no ritmo de crescimento dos gastos públicos, que retira o caráter expansionista da política fiscal, “é fundamental para o controle efetivo da inflação”.

De acordo com a CNI, o corte de R$ 50 bilhões limita o aumento dos gastos federais, neste ano, em 3,4% em termos reais na comparação com 2010. Abaixo, portanto, da previsão oficial de expansão do Produto Interno Bruto (PIB), estimada pelo governo em 5% para 2011 – um pouco acima do cálculo dos analistas financeiros de um crescimento de 4,60%, expresso no boletim Focus divulgado pelo Banco Central na última segunda-feira (7).

Com a desaceleração dos gastos públicos para adequá-los ao crescimento da economia, existe agora, na avaliação da CNI, “maior sintonia entre as políticas fiscal e monetária”, visando à manutenção da inflação em patamar reduzido e a diminuição da taxa de juros real no médio prazo.
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)