Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

CNI: crescimento de 5% em 2007, 'só se chover na horta'


Agência O GloboBRASÍLIA - Em 2007, 'só se chover na horta', a economia brasileira crescerá 5%. As palavras são do economista-chefe da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flávio Castelo Branco, ao se referir ao reduzido nível de investimentos privados verificados este ano.Segundo o economista, que divulgou a terceira sondagem anual feita pela CNI sobre intenções de negócios do empresariado, o atual ritmo de investimentos é insuficiente para assegurar o crescimento desejado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.- O problema é que, para crescer, é preciso investimento e as condições efetivas para esse aumento do investimento ainda são desfavoráveis - sublinhou Castelo Branco.O levantamento da entidade mostrou que parte da indústria optou por cancelar ou adiar investimentos previstos para 2006, devido ao crescimento econômico menor que o estimado, mas ainda assim acredita que a capacidade produtiva atual é suficiente para atender à demanda projetada para 2007, mostrou a pesquisa."Chama a atenção que a percepção de folga no parque produtivo ocorre, ainda que os investimentos previstos para 2006 ficassem abaixo do esperado; ou seja, os empresários acreditavam em uma expansão da demanda que não se concretizou'', apontou a CNI, em um comunicado.A percepção de capacidade instalada suficiente foi registrada especialmente nos setores Material eletrônico e de comunicação, Borracha, Máquinas e materiais elétricos e Farmacêuticos.Segundo a sondagem, 85% das empresas consultadas pretendiam investir mais em 2006, mas apenas 36% fizeram o aporte como haviam planejado. Outras 43% fizeram apenas investimentos parciais e 21% dos industriais cancelaram ou adiaram os planos."Os investimentos calculados para este ano ficaram aquém do esperado sobretudo nos setores de calçados, madeira e móveis", destacou a entidade.A sondagem indicou ainda que apenas 16,1% dos empresários disseram que sua capacidade produtiva não é suficiente para atender à demanda estipulada para o próximo ano.Ainda segundo a pesquisa, os empresários demonstraram pouca propensão a investir em máquinas e equipamentos em 2007, o que reflete a folga no parque produtivo deste ano. A maioria das indústrias (80%) acredita ter capacidade produtiva suficiente para atender a demanda do próximo ano.- A frustação do crescimento se traduz na frustação do investimento. Em 2007, as empresas estão pouco propensas a aumentar as compras de bens de capital. Mais da metade das pequenas e grandes empresas não se sentem seguras quanto ao crescimento do consumo - resumiu Castelo Branco.A questão cambial, segundo o economista da CNI, também influiu nos ânimos dos empresários, na pesquisa.- O dólar barato continua agredindo setores altamente dependentes da exportação como calçados, madeira, borracha e têxtil - ressalta.A sondagem da CNI contou com a participação de 1.581 empresários, 1.366 dos quais de pequenas e médias indústrias e outros 215 de empresas de grande porte. A forte carga tributária e os juros altos ainda impactaram nas companhias de menor porte: apenas um terço realizou os investimentos conforme o planejado. Entre as grandes, 51% cumpriram o cronograma.

Mais Sobre Economia - Nacional

Edital de Inovação para a Indústria divulga três  chamadas para startups no valor de R$ 13 milhões

Edital de Inovação para a Indústria divulga três chamadas para startups no valor de R$ 13 milhões

As pequenas empresas devem propor soluções em áreas como bem-estar social, sustentabilidade, eficiência e inteligência operacionalStartups, micro e

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Nova realidade financeira do sistema foi tema abordadoOs dirigentes das Unidades do Sebrae da Região Amazônica estiveram reunidos em Cuiabá na ultima

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI  facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?*            No final de 2018, o governo estadual publicou relatório esclarecedor das contas do est

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

A Receita liberou hoje (14) a consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física ,contemplando as restituições r