Porto Velho (RO) segunda-feira, 10 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Carga tributária impede crescimento, diz Langoni


Patricia Eloy (Agência o Globo) RIO - A elevada carga tributária e o aumento das despesas do governo estão impedindo o crescimento da economia brasileira a taxas mais altas e num ritmo sustentável. Essa é avaliação de Carlos Langoni, diretor de Centro de Economia Mundial da FGV, e ex-presidente do Banco Central, que participou na manhã desta segunda-feira do seminário "Grau de Investimento - o grande desafio para o próximo presidente", organizado pela Associação de Bancos do Estado do Rio de Janeiro e pelo Sindicato dos Bancos do Estado do Rio de Janeiro. - A qualidade do ajuste interno deixou muito a desejar. A carga tributária cresceu muito desde 1999 e com aumento das despesas correntes. Isso ajuda a entender porque o crescimento brasileiro foi tão limitado, mas esse é um modelo que já está esgotado. Langoni ponderou que a carga tributária elevada restringiu a capacidade de crescimento do setor privado. - Isso emperrou a economia levando-a para um nível de informalidade enorme e para níveis baixos de produtividade. Para o ex-presidente do BC, o governo precisa dar continuidade aos ajustes internos. - Existem preocupações nesse sentido, pois dependem de vontade política do governo de enfrentar questões difíceis à frente, e ronda sempre os novos governo a atração fatal do neopopulismo. Langoni criticou as iniciativas do país na conquista de novas fronteiras comerciais. - O Brasil tem sido tímido em negociações comerciais e acessos a novos mercados. O país precisa avançar em competitividade e gastos correntes terão que ser cortados, ou mesmo congelados. Se a rodada de Doha não for bem sucedida, o Brasil deve partir para acordos regionais com a Alca, União Européia ou com as economias asiáticas. São essas as estratégias que vão viabilizar o crescimento sustentável. O Brasil é hoje uma economia que está na ante-sala do crescimento sustentável. A porta está aberta. Falta apenas vontade política.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões