Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Caixa reduz taxas de juros e possibilita pausa no pagamento de dívidas

A pausa vale para prestações de habitação e operações de crédito a pessoas físicas e jurídicas


Caixa reduz taxas de juros e possibilita pausa no pagamento de dívidas - Gente de Opinião

A CAIXA anuncia, nesta quinta-feira (19), novas medidas de apoio à economia do país, com o objetivo de reduzir os impactos frente ao cenário de queda no índice de produtividade e diminuição da atividade econômica causados pelas ações de contenção e temor à propagação do vírus COVID-19. Concomitante à queda da Selic (taxa básica de juros), o banco reduz novamente as taxas de juros de linhas de crédito e oferece pausa por até 60 dias para contratos de pessoa física e jurídica, inclusive contratos habitacionais.

 

 

Ações para Pessoas Físicas:

 

·         Possibilidade de pausa de até 60 dias nas operações parceladas de crédito pessoal

 

·         Ampliação das linhas de crédito consignado, incluindo as linhas para aposentados e pensionistas do INSS com as melhores taxas do mercado

 

·         Redução de taxa de juros nas linhas de crédito pessoal (crédito consignado a partir de 0,99% a.m., penhor a partir de 1,99% a.m. e CDC a partir de 2,17% a.m.

 

·         Disponibilização gratuita do cartão virtual de débito Caixa aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores, que possibilita compras online nos sites de e-commerce de forma prática e segura. O cliente pode habilitar o uso do cartão diretamente no Internet Banking CAIXA

 

·         Renovação do contrato de penhor diretamente no site da CAIXA e canal Telesserviço, evitando a necessidade de o cliente comparecer à uma agência bancária

 

 

Ações para Empresas:

 

·         A Caixa dará apoio às micro e pequenas empresas, com redução de juros de até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57% a.m.

 

·         Disponibilização de carência de até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação 

 

·         Disponibilização de linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelo momento atual 

 

·         Linhas de aquisição de máquinas e equipamentos, com taxas reduzidas e até 60 meses para pagamento 

 

Habitação:

 

·         Para contratos habitacionais de pessoa física, os clientes poderão solicitar a pausa estendida de até duas prestações pelo APP Habitação CAIXA, sem a  necessidade de comparecimento às agências

 

·         Empresas poderão solicitar pausa estendida de até duas prestações em seus contratos habitacionais

 

Caixa Hospitais:

 

·         Liberação de R$ 3 bilhões em orçamento em linhas destinadas a Santas Casas e Hospitais Filantrópicos que prestam serviço ao SUS, para reestruturação de dívidas e novos recursos

 

·         Taxa de juros de 0,80% a.m. para prazos de até 60 meses (redução de 14%)

 

·         Taxa de juros de 0,87% a.m. para prazos de até 120 meses (redução de 23%)

 

·         Prazo de pagamento de até 120 meses e carência de até seis meses 

 

Atendimento aos clientes:

 

Para minimizar os riscos de contaminação e exposição dos nossos clientes ao vírus COVID-19, a CAIXA recomenda a utilização dos canais digitais como Internet Banking, App CAIXA e terminais de autoatendimento.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões