Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Bovespa fecha em queda de 0,43% e abaixo dos 43 mil pontos. Dólar também recua


Juliana Rangel - Agência O Globo RIO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) inverteu a trajetória de alta observada durante a parte da manhã, quando voltou a registrar novo recorde histórico no intraday, ao encostar nos 43.506 pontos, e fechou o dia em queda. Por conta de um movimento de realização de lucros, o Ibovespa recuou 0,43%, aos 42.909 pontos e volume financeiro de R$ 2,587 bilhões. O risco-país se mantinha estável, a 216 pontos centesimais. As maiores quedas, entre as ações que compõem o Ibovespa, e que contribuíram para a queda do índice, foram as da Light (LIGT3), com -2,83%, a R$ 22,30; Sadia (SDIA4), com -2,56%, a R$ 6,84; e Perdigão (PRGA3), com -2,50%, a R$ 25,35. Jás as maiores altas foram registradas pelas ações da Contax (CTAX3), com 2,64%, a R$ 3,50; Telemar (TMAR5), com 1,90%, a R$ 50,95; e Eletrobrás (ELET6), com 1,80%, a R$ 47,40. O dólar fechou em baixa pelo quarto pregão consecutivo, derrubado pelo ingresso contínuo de recursos no mercado brasileiro. A divisa americana terminou o dia vendida a R$ 2,1440, com declínio de 0,14%. O BC voltou a realizar um leilão no mercado à vista e, nesta tarde, aceitou três propostas, com corte a R$ 2,1414. As bolsas de valores européias fecharam os negócios no nível mais alto em quase duas semanas, após o Banco Central Europeu (BCE) fazer comentários menos agressivos que o esperado sobre as perspectivas para as taxas de juros. Também influenciaram especulações envolvendo os setores de tabaco e financeiras. As ações da Gallaher saltaram 21,6% após a empresa receber uma oferta, creditada por fontes próximas do assunto à Japan Tobacco. No Brasil, o Banco Central divulgou nesta quinta-feira a ata da última reunião, quando foi decidido um corte de 0,5 ponto percentual na taxa de juros da economia, que caiu para 13,25% ao ano. A decisão não foi unâmime, porém a maior parte dos membros do comitê "destacou que as informações disponíveis neste momento ainda não justificariam uma mudança de ritmo e que seria necessário aguardar a evolução do cenário macroeconômico até a próxima reunião para, então, reavaliar a conveniência de reduzir a Selic em 0,25 ponto", disse a ata.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões