Porto Velho (RO) segunda-feira, 28 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

BNDES tem lucro recorde


Cássia Almeida - Agência O Globo RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou um lucro líquido recorde, de R$ 2,399 bilhões no terceiro trimestre deste ano, acumulando R$ 5,716 bilhões de lucro de janeiro a setembro. Esse montante é 132% maior do que o obtido no mesmo período de 2005, que foi de R$ 2,467 bilhões. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o lucro foi 276% maior. Segundo o presidente do Banco, Demian Fiocca, os ganhos expressivos do BNDES foram resultado da melhoria da situação financeira das empresas, que tiveram mais lucros e pagaram mais dividendos e juros sobre o capital. Outro motivo citado pelo presidente foi a melhoria na gestão que reduziu a inadimplência de créditos novos e conseguiu recuperar parte dos antigos. - Conseguimos resolver nós antigos que estavam há muito tempo parados - disse Fiocca.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões