Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

BNDES mais perto de você



A Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) sediou na última quinta-feira (3) ciclo de palestras “O BNDES Mais Perto de Você”. O evento teve o objetivo de apresentar as linhas de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para micro, pequenas e médias empresas. Além de conhecer os produtos e linhas de apoio financeiro para companhias desse porte - BNDES FINAME, BNDES PSI, BNDES Automático, Cartão BNDES e BNDES MPME Inovadora -, os empresários do setor tiveram a oportunidade de consultar os técnicos do Banco para esclarecer dúvidas e saber quais as opções mais adequadas para os seus negócios.

A vice-presidente da Fiero para Assuntos de Micro e Pequenas Indústrias, Helena Aparecida Mourão, que na ocasião representou o presidente do Sistema Fiero, Marcelo Thomé, destacou os benefícios da iniciativa do BNDES e o apoio da Fiero ao evento. “Com uma participação tão importante na economia local, as pequenas indústrias recebem esse programa “BNDES Mais Perto de Você” como um alento para consolidar a aquisição de novos equipamentos e novas tecnologias capazes de torná-las mais fortes, e consequentemente, mais competitivas no mercado regional e local”, disse.

Cida Mourão enfatizou ainda a participação das pequenas empresas que representam 99% dos estabelecimentos empresariais do país. “São mais de 45% dos postos de trabalho formal gerado pelas empresas. Elas respondem por 27% do PIB do Brasil. Em Rondônia, do total de 176.461 mil empresas, 76.398 mil são empreendedores individuais, micro e pequenas empresas, representando 0,7% das MPEs no país, segundo dados do Sebrae. As pequenas empresas representam 40,8% do PIB do Estado. Com estes números fica perceptível a importância da pequena empresa para a economia regional e nacional”, explicou.

Andrei Francalacci, técnico do Departamento de Divulgação (DEDIV) do BNDES, ressalta que o apoio às MPME (Micro, Pequena e Média Empresas) é uma das prioridades da Política Operacional do BNDES, que só no ano passado, liberou aproximadamente R$ 38 bilhões às empresas de menor porte, com a realização de 926 mil operações (97% do total de operações do BNDES que tiveram recursos liberados em 2015). “Nossa intenção é financiar empreendimentos que contribuam para o desenvolvimento sustentável do Brasil, com incentivo à inovação, ao desenvolvimento local e regional e à preservação do meio ambiente”, falou.

A palestra serviu ainda para explicar um passo a passo de como conseguir financiamento, esclarecer sobre benefícios e taxas de juros diferenciadas para cada linha de crédito. “Se as empresas cumprirem os requisitos mínimos dos agentes financeiros, é possível financiamento de até 60 meses para pagar. O BNDES não exige tempo mínimo de operação”, completou Anderson Marques, técnico do Departamento Regional Norte (DENORTE) do BNDES.

Ano passado, o BNDES realizou 12 palestras que atraíram um total de 1.624 pessoas, atingindo um público superior a 30 mil pessoas durante os 10 anos de realização. “Para este ano, estão previstas 16 palestras em todas as regiões do País, então nossa meta é ultrapassar esse número. Nossa intenção é acelerar o crescimento dos segmentos beneficiados, movimentar setores-chave da economia e, consequentemente melhorar a vida dos cidadãos brasileiros”, destacou Marques.

Anderson Marques falou também do que pode ser financiado, a exemplo de obras civis, montagem e instalações, estudos e projetos de engenharia associados ao investimento, móveis e utensílios, despesas pré-operacionais, pesquisas, máquinas e equipamentos nacionais novos e usados, “com financiamento que pode chegar até 90% do valor do investimento”, afirmou.

Quem ainda ficou com dúvidas, elas podem ser dirimidas a partir das ferramentas de consulta online sobre opções de financiamento disponíveis (www.bndes.gov.br/maisbndes), ou a partir do agendamento de encontro, no escritório da região”, concluiu o técnico do DENORTE.

Fonte: Carlos Araújo

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de