Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

BC reafirma que vai se manter atento à evolução da inflação


Agência O Globo RIO - Na ata da reunião de novembro do Comitê de Política Monetária (Copom), quando a Selic foi reduzida em 0,5 ponto, situando-se em 13,25% ao ano, o BC reafirmou que a política monetária tem contribuído de maneira importante para a consolidação de um ambiente macroeconômico favorável em horizontes mais longos. Segundo a ata, os dados referentes à atividade econômica sugerem uma baixa probabilidade de que existam pressões significativas sobre a inflação. Assim como na reunião de outubro, o Copom afirmou que o principal desafio da política monetária é garantir a consolidação dos "desenvolvimentos favoráveis que se antecipam para o futuro". O BC reafirma que continuará conduzindo suas ações de forma a assegurar que os ganhos obtidos no combate à inflação nos últimos anos sejam permanentes. Para isso, ressaltou que acompanhará atentamente, nos próximos meses, a evolução da inflação e das diferentes medidas de seu núcleo, "discriminando entre reajustes pontuais e reajustes persistentes ou generalizados de preços e adequando prontamente a postura da política monetária às cirscuntâncias".

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões