Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

BC muda compulsório para injetar R$ 60 bi no mercado



Em mais uma medida para tentar acalmar as instituições financeiras, o Banco Central divulgou hoje (27) uma circular que prevê a redução do recolhimento do compulsório para bancos que voluntariamente anteciparem parcelas da contribuição compulsória ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Com a mudança na regra, o BC pretende irrigar o mercado, melhorando as condições para que as instituições emprestem recursos para seus clientes.

De acordo com a norma, os bancos que anteciparem o equivalente a 60 contribuições mensais ao FGC poderão deduzir o valor adiantado sobre o recolhimento do compulsório à vista. Todo mês cada instituição recolhe o equivalente a 0,0125% dos depósitos ao FGC. O abatimento do compulsório pode chegar a R$ 6 bilhões, segundo a autoridade monetária. A medida entra em vigor a partir desta quarta-feira (29).

Nos últimos dias o BC já havia anunciado uma série de iniciativas para aumentar a liquidez dos bancos. Uma das ações previa a liberação de mais de R$ 100 bilhões com as mudanças nas regras dos depósitos compulsórios.

Fonte: Edson Sardinha/Congresso em Foco

 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de