Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Bancos compram dívidas de outros


Agência O GloboSÃO PAULO - Quem está pagando juros muito altos em algum empréstimo de um determinado banco ou financeira pode optar pelo o que o mercado chama de "balanced transfer", ou seja, a transferência da dívida para um outro banco, com condições especiais e taxas menores.O PanAmericano lançou a operação Tapa Buraco, que refinancia débitos do cartão de crédito e cheque especial de qualquer banco, com 20% de desconto nos juros e prazo para pagamento de até 15 meses.A nova modalidade terá o primeiro vencimento apenas com o recebimento do 13º salário do cliente, em novembro.- Além de oferecer uma oportunidade para os consumidores quitarem suas dívidas com juros mais acessíveis, também é uma forma de conquistarmos novos clientes - diz Rafael Palladino, vice-presidente do PanAmericano.O Santander/Banespa também dispõe de uma espécie de "balanced transfer", porém, em forma de cartão de crédito.O consumidor, cliente ou não, adquire o Santander Light, um cartão com juros de 5% ao mês, tanto para o rotativo quanto para os parcelamentos. O limitede crédito é o dobro da renda do cliente.- Ao adquirir o Light, o cliente pode pagar todas suas contas de outros bancos e carnês no cartão e fazer o parcelamento a 5% ao mês - diz Nuno Matos, vice-presidente de cartões do Santander/Banespa.

Mais Sobre Economia - Nacional

Publicada lei que altera juros de fundos constitucionais

A lei que altera o cálculo dos juros dos fundos constitucionais de financiamento foi publicada na edição de hoje (20) do Diário Oficial da União.

CNI: confiança do empresário industrial tem maior queda desde 2010

Índice caiu 5,9 pontos em junho frente a maio

Copom inicia hoje reunião para definir taxa Selic

Para instituições financeiras consultadas pelo BC, a Selic deve ser mantida no atual patamar – 6,5% ao ano até o final de 2018

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirma, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a estritura tributárias do país sofre com muita