Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Banco da Amazônia lança linha de financiamento


O Banco da Amazônia lança novo serviço de crédito do FNO que incentiva o desenvolvimento de projetos de ciência, tecnologia e inovação (CT&I), por meio do apoio financeiro às atividades e empreendimentos inovadores do segmento empresarial, economicamente viáveis,das instituições de pesquisas científicas e tecnológicas e dos produtores rurais.

O objetivo da nova linha é financiar todos os bens e serviços necessários à implantação, ampliação e modernização de empreendimentos, capital de giro associado, aquisição de insumos e matéria-prima, em bases e condições operacionais diferenciadas ao empreendedor da região para o incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico nos seus empreendimentos.

De acordo com o Gerente de Gestão de Programas Governamentais do Banco, Oduval Lobato Neto, essa nova linha de financiamento expressa o reconhecimento da Instituição da necessidade das empresas e empreendedores da Região de se desenvolverem para competir em um mercado cada vez mais exigente e competitivo. "Assim, essa iniciativa constitui uma oportunidade para aqueles que reconhecem que não há desenvolvimento sem o apoio da ciência, tecnologia e inovação, principalmente a um baixo custo financeiro", comentou.

O prazo de financiamento da linha será de até 15 anos, incluído o período de carência de até cinco anos, podendo ser elevado a até 20 anos no caso de empreendimentos considerados de alta relevância dos beneficiários de mini, micro, pequeno e pequeno-médio porte. Para investimentos com Capital de Giro Associado o prazo é de até três anos, incluído o período de carência de até um ano; e na linha de aquisição de insumos e matéria prima: para beneficiários de mini, micro, pequeno e pequeno-médio porte: até 24 meses, incluído o período de carência de até seis meses; e para beneficiários de médio e grande porte: até 18 meses, incluído o período de carência de até seis meses.

Em relação às taxas de juros, as operações contratadas, independentemente do porte do beneficiário, no período de 1 de janeiro a 30 de junho de 2013, com a finalidade de investimento, inclusive com custeio ou capital de giro associado é de 3,53% ao ano e, para as operações contratadas no período de 1º de julho de 2013 a 31 de dezembro de 2013, com as mesmas finalidades, a taxa é de 4,12% ao ano, tornando-se assim um atrativo para o empreendedor. A linha oferece também concessão de bônus de adimplência de 15% sobre as taxas efetivas de juros.

Fonte: Alcilene

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)