Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Banco da Amazônia e Dydyo firmam mais uma parceria durante FEIRON 2011


Com a presença do presidente da FIERO, Denis Baú, o governador de Rondônia, Confúcio Moura, o gerente geral da Agência Porto Velho do Banco da Amazônia, Gilberto Jordan e gerente executivo da Dydyo Refrigerantes, Reinaldo Romaniuk assinaram na noite de ontem, 16, no estande do BASA na FEIRON 2011, contrato com a empresa do grupo, MDM Pet, vai será instalada no Distrito Industrial, que vai industrializar material reciclável voltados aos produtos desenvolvidos pela empresa.

Jordan destaca que para o Banco da Amazônia é uma grande satisfação, pois está incentivando a indústria rondoniense. “As hidrelétricas trouxeram desenvolvimento para o Estado, mas Rondônia tem potencial para crescer em todos os segmentos e o Banco da Amazônia acredita que a indústria é o caminho”.

Na oportunidade, Jordan cumprimentou o presidente Denis Baú pelo sucesso da FEIRON 2011. “O Banco da Amazônia é um dos parceiros da Feira, tem financiado o setor industrial e possui uma gama de recursos em torno de 700 milhões reais para financiar em 2011 e recurso igual ou maior para o próximo ano”, afirmou o gerente.

Após a assinatura do contrato, Romaniuk falou que “o BASA é um eterno parceiro da Dydyo e acompanha esta indústria desde o começo. Esta parceria que deu certo e acredito que continuar juntos por muito tempo. Temos empreendimentos em Rio Branco e também contamos com o BASA”, disse.

Ele explica que o contrato contempla a MDM Pet, reciclagem e resinas e vai fabricar matéria, termoplástico e que no final do processo vai embalar o produto da Dydyo, refrigerantes, água mineral, entre outros. Sobre a FEIRON 2011, Romaniuk ressaltou que a é uma excelente vitrine para as empresas industriais de Rondônia. “A Dydyo marcou presença em 2010 e obteve ótimos resultados. Com certeza a FEIRON é um ótimo investimento para o empresário que está expondo”, finalizou.

O presidente da FIERO, Denis Baú fez questão de agradecer a parceria e a presença do Banco da Amazônia e da indústria Dydyo na FEIRON 2011. “Temos certeza que estas parcerias fechadas durante a Feira vão render ótimos frutos para Rondônia. A participação e o apoio da iniciativa privada, da classe empresarial e de órgãos como o BASA engrandecem e contribuem sobremaneira para o fortalecimento da FEIRON e do sucesso deste evento”.

Baú ressaltou que o sucesso da Dydyo representa o ritmo com que Rondônia está crescendo. “Com empresas como esta, o Estado deixa de ser fundo de linha para se constituir importante fronteira que se abre para novos negócios e conseqüentemente para o progresso e ao participar da FEIRON Internacional, a Dydyo reforça ainda mais está imagem de empreendimento que deu certo, uma empresa legitimamente rondoniense que investe no Estado e emprega mão de obra local. A FEIRON é uma feira exclusivamente industrial. Nossa meta é fazer um evento incomparável para que cada país que participar conheça in loco que Rondônia possui um parque industrial equipado e totalmente pronto para oferecer produtos de qualidade e fechar ótimos negócios”.

Fonte: Comunica
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)