Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Aluguel em São Paulo sobe mais do que a inflação



Marli Moreira
Agência Brasil


Brasília – A procura por um imóvel para alugar em São Paulo pode levar mais de um mês. Além disso, os valores pagos têm sido reajustados com percentuais acima da inflação. É o que mostra a pesquisa mensal do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). As unidades disponíveis de imóveis residenciais estavam 2,1% mais caras, em março, na comparação com o mês anterior e, nos últimos 12 meses, aumentaram, em média, 15,25%.

Esse aumento superou a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que acumulou, até março, 6,3% em um ano.

Para os inquilinos que vão renovar os contratos de locação com base no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), o reajuste será de 10,95%. Neste caso, a renovação é mais vantajosa do que sair para um novo aluguel, cujo percentual supera esse índice, compara o vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, Francisco Crestana.

Por meio de nota, ele afirma que a falta de oferta, principalmente de imóveis com maior número de dormitórios, está inflacionando o setor. “Há uma carência generalizada de imóveis para alugar na cidade de São Paulo e isso reflete-se diretamente nos preços.”

As casas e os apartamentos de apenas um dormitório tiveram em março reajuste médio de 0,5% enquanto as residências de dois quartos passaram a valer 2,7% mais e as de três quartos, 3,6%. Os apartamentos vagos demoraram, em média, de 18 a 38 dias para serem ocupados e as casas, entre 12 e 29 dias.

 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)