Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Dicas de Saúde

Conheça as alternativas sustentáveis e saudáveis para o absorvente descartável


Legenda: O coletor menstrual é um dos produtos mais usados em substituição ao absorvente descartável.  Fonte: Cliff Booth / Pexels Link: https://www.pexels.com/pt-br/foto/celebracao-comemoracao-festa-natal-6590828/ - Gente de Opinião
Legenda: O coletor menstrual é um dos produtos mais usados em substituição ao absorvente descartável. Fonte: Cliff Booth / Pexels Link: https://www.pexels.com/pt-br/foto/celebracao-comemoracao-festa-natal-6590828/

A menstruação é um processo fisiológico que ocorre no corpo da maioria das mulheres todos os meses até que elas entrem no período do climatério e da menopausa.

 

Durante esse estágio é muito comum que seja feito uso dos absorventes descartáveis que, por mais que sejam bastante úteis, representam um gasto de dinheiro e um grande impacto ambiental.

 

Pesquisas mostram que durante a vida uma mulher pode usar entre 5 e 15 mil unidades de absorvente descartável. Isso equivale a mais de 180 kg de lixo que é enviado para aterros sanitários no mundo todo. Esses dados mostram quão prejudicial para o meio ambiente é esse produto.

 

Por isso, surgiram alternativas sustentáveis e saudáveis que podem ser utilizadas durante o período menstrual.

 

Essas são ecologicamente corretas e tão eficientes ou mais do que os absorventes tradicionais.

 

Produtos que podem substituir o absorvente descartável

 

Há muitos anos atrás as mulheres utilizavam absorventes de pano durante o seu período menstrual. Com a invenção dos absorventes descartáveis essa prática foi sendo deixada de lado, mas nos últimos anos voltou a ser uma realidade.

 

Atualmente é possível ver alguns modelos de absorvente de pano disponíveis para compra, que são uma opção sustentável e barata. Já existem modelos com abas e sem e a maioria vem com bolsas impermeáveis para guardar o produto ao trocá-lo durante o dia. 

 

Outra opção é o coletor menstrual, que é produzido em silicone medicinal e pode ser usado por até três anos.  

 

Esse produto tem um formato que lembra um copinho e, além de ser reutilizável, dependendo do fluxo pode ser utilizado por até 12 horas ininterruptas.

 

Para isso, ao retirá-lo deve-se fazer a sua limpeza usando água e sabão e quando o ciclo menstrual termina recomenda-se fervê-lo em água por cerca de 5 minutos antes de guardar.

 

Mais um produto que serve para substituir o absorvente e que é muito eficiente são as calcinhas absorventes.

 

Desenvolvidas em modelos para mulheres que possuem fluxos menstruais leves, moderados e intensos, esse item possui um forro especial que pode ter até 4 camadas e serve para reter o sangue e manter a pele seca.

 

O material usado para produzir esse tipo de calcinha tem propriedades responsáveis por matar germes e bactérias, impedir vazamentos e não deixa nenhum odor aparente.

 

As calcinhas absorventes podem ser reutilizadas inúmeras vezes e seu processo de lavagem é muito simples. 

Mais Sobre Dicas de Saúde

Qual a importância do sono infantil e como ajudar a criança a dormir melhor?

Qual a importância do sono infantil e como ajudar a criança a dormir melhor?

Dormir bem é uma questão de saúde. E especialmente na infância uma boa noite de sono é fundamental para o desenvolvimento saudável. Sabia que é dura

Como aumentar de maneira natural sua resistência contra doenças

Como aumentar de maneira natural sua resistência contra doenças

Em tempos de pandemia, todos passaram a se preocupar mais com a resistência do corpo contra doenças. Afinal, nossos cuidados podem ir muito além do

4 documentários sobre vida saudável

4 documentários sobre vida saudável

Na pandemia, todos estão mais preocupados em levar uma vida saudável e manter o organismo forte e protegido contra qualquer tipo de doença. Nossos h

Dor no pescoço pode indicar hérnia de disco na cervical

Dor no pescoço pode indicar hérnia de disco na cervical

A dor no pescoço é um problema muito comum que tende a ser ignorado pela maioria das pessoas, sendo justificado, quase sempre, como um “mau jeito”.