Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

'RUAS QUE ANDEI' SERÁ LANÇADO NESTE SÁBADO


 
No próximo sábado, dia 14 de junho, a partir das 19h30, será lançado na livraria Mundo do Livro, em Vilhena, o livro "Ruas que andei", de autoria de Júlio Olivar (editora Graphite, 100 páginas). Trata-se de uma reportagem biográfica narrando a história de Anísio Pereira Ruas, um menino de engenho que depois de perambular com o pai por fazendas numa região inóspita, acabou internado num colégio militar, na divisa de Minas Gerais com a Bahia. 'RUAS QUE ANDEI' SERÁ LANÇADO NESTE SÁBADO - Gente de Opinião

Fugindo de capangas de fazendeiros que se utilizavam de mão-de-obra escrava, Anísio viveu uma infância cheia de aventuras, em pleno Brasil dos anos 70. O país vivia um faroeste caboclo, com mocinhos e bandidos bem definidos; era a Ditadura Militar. A filosofia dominante se refletia no colégio do menino pobre, muitas vezes torturado, literalmente, sob a tutela de um estado opressor.

Mas nem tudo foram espinhos. O livro fala do lado lúdico, das brincadeiras "antigas", de um tempo em que não havia TV e no rádio pipocavam os sucessos da Jovem Guarda que influenciaram no gosto do garoto que virou cantor e tocador de violão.

"Ruas que andei" traz, ainda, informações sobre a sociologia e a história do Norte de Minas, uma região muito rica culturalmente. Fala de folclore, de coronéis mandonistas, de cangaceiros e de gente simples que ainda hoje vive da cata de pequi e umbu.  O texto faz um passeio pelas terras do rio São Francisco, localizado tão perto do semi-árido brasileiro. Fala, enfim, de muitas contradições e  mistérios: causos, lendas e crendices populares. Um reino povoado por benzedeiras e adivinhos; por figuras épicas e rudes... que o menino Anísio foi deixando pelo caminho até chegar à cidade de Vilhena, no anos 80. Ele tornou-se professor e político. Hoje aos 42 anos, é gerente regional do Procon (órgão de defesa do consumidor), na chamada região do Cone Sul.

A pesquisa de campo que culminou no livro foi realizada por Júlio Olivar em 2004. A obra teve a revisão de Ana Winter. Tanto ela quanto Olivar são membros da Academia Vilhenense de Letras.  A previsão é de que o livro seja publicado dentro de três semanas. "Este é um sonho que acalento há muitos anos", conta Anísio, entusiasmado.

- Data: 14 de junho de 2008 (sábado)
- Horário: 19:30h
- Local: Livraria Mundo do Livro - Vilhena - RO

Fonte: Júlio Olivar

Mais Sobre Cultura

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

A Sicoob Credisul lançou na noite de quarta-feira, 20/03, o concurso de fotografia Somos Todos Guaporé, do Rio Guaporé. O lançamento aconteceu duran

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe