Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Premiado espetáculo infantil Coisas em Porto Velho


O musical infantil “Coisas que a gente não vê”, que já foi visto por mais de 10 mil espectadores, viajou de norte a sul do país a bordo do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura.   O espetáculo - vencedor do prêmio ZilkaSalaberry 2012 nas categorias texto (Renata Mizrahi) e atriz (Débora Lamm) – encerra a turnê especial em Rondônia.  A peça já passou por Campos, Vitória, Belém, Rio de Janeiro, Juiz de Fora, Palmas, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre.  A próxima parada é no Teatro Banzeiros, em Porto Velho,nos dias 16 e  17 de maio (sexta e sábado)

Para essa turnê pelo Brasil, a autora e atriz do espetáculo Renata Mizrahi inovou e fez um processo de interação com as crianças, por meio de oficinas sobre a peça. Em cada cidade por que passou, Renata comandou oficinas teatrais, gratuitas, com no máximo 20 crianças.

Para Renata Mizrahi, as oficinas ajudam  a despertar o gosto pelo teatro e  também contribuem para a formação de um novo público.“As crianças ficam tímidas no começo, mas depois se soltam. Trabalho com elas exercícios de integração, aquecimento lúdico, brincadeira de mudanças de estados (sentimentos) e, no final, improviso cenas da peça.  Primeiro, conto a história e divido os personagens, e elas embarcam na encenação. É um barato! As crianças ficam mais encantadas quando, depois da oficina, veem a peça com os atores reais encenando. Elas se reconhecem ali e comentam:  “Olha o personagem que eu fiz”. Ficam muito felizes e com vontade de fazer mais teatro e de ir mais ao teatro”, observa Renata.Outra forma de interagir com a peça é ler o livro sobre ela, “Coisas que a gente não vê”, que é sorteado após o espetáculo e também vendido  na bilheteria do teatro

Todas as apresentações contam com a presença de intérpretes de Libras. Dia 17, sábado, haverá uma oficina de teatro com a autora, de graça, no próprio teatro, às 14h, com retirada de senha no local.  A oficina é indicada pra crianças a partir de 8 anos e tem duração de duas horas.

SOBRE A PEÇA

A peça conta a história de Yasmim (Débora Lamm ou Renata Mizrahi), menina que tem tudo o que quer, mas não consegue parar de chorar.  Fala sobre a relação de tempo e afeto entre pais e filhos nas grandes cidades. Tudo com muito humor, dinamismo e música, revelando, aos poucos, os verdadeiros sentimentos de cada personagem.

Seus pais – Clara (Paula Sandroni ou Letícia Medela) e Manoel (Alexandre Mofati ou Carlos Neiva) – não conseguem entender o motivo de tanta choradeira. Para Yasmim, nada parece ser suficiente. A menina também está dividida entre seus dois amigos: Beatriz (personagem em que se revezam Elisa Pinheiro e Angela Bellonia) - menina rica e mimada, que vive preocupada com as aparências e exalta os valores do universo das crianças que têm tudo o que desejam - e Raimundo (Vicente Coelho) – amigo da escola, garoto simples e cheio de vida, que gosta de brincar na rua.

 É seu amigo Raimundo que, entre uma brincadeira e outra, acaba conseguindo fazer com que ela entenda o que lhe faz falta: afeto e atenção. Mas, para conseguir o que quer, Yasmim terá de enfrentar seu medo de se expressar e, finalmente, dizer claramente para seus pais que deseja carinho em vez de presente. O final, surpreendente e repleto de alegria, acontece entre abraços, sorrisos, brincadeiras e um belo pôr do sol com os pais e amigos. 

“Coisas que a gente não vê” é o terceiro espetáculo de Renata Mizrahi voltado para o público infantil: “O foco desta vez é a escassez do tempo concreto e emocional na vida dos pais para educar seus filhos como gostariam e a solidão urbana que muitas crianças compartilham”, afirma a autora do livro homônimo publicado este ano. Renata assina ainda as músicas originais, elaboradas especialmente para o espetáculo com o músico Bruno Alexander.

 A direção do espetáculo é de Joana Lebreiro, e a musical, de Igor Araújo, que trabalhou 10 anos como arranjador e baixista de Geraldo Azevedo e atualmente é um dos diretores musicais do Monobloco.

Ficha Técnica

Idealização e Texto: Renata Mizrahi

Direção: Joana Lebreiro

Elenco: Débora Lamm, Renata Mizrahi, Elisa Pinheiro, Paula Sandroni, Alexandre Mofati, e Vicente Coelho

Revezam:Renata Mizrahi , Angela Bellonia, Letícia Medela, Fernando LopesLima e Carlos Neiva

Músicas originais: Renata Mizrahi e Bruno Alexander

Arranjos: Igor Araújo e Felipe Ridolfi

Direção musical: Igor Araújo

Assistente de direção: Nathália Melo

Músicos de cena: Felipe Ridolfi e Marcelo Rezende

Iluminação: Aurélio de Simoni

Equipe de cenário e figurino: Ney Madeira, Dani Vidal e PatiFaedo

Direção de movimento: Sueli Guerra

Assistente de movimento: Priscila Vidca

Preparação vocal: Pedro Lima

Projeto visual: Letícia Rumjanek

Camareira: Juju Santos

Contrarregra e montagem de cenário: Gleice Caxias

Produção executiva: Amanda Lima

Direção de produção: Maria Alice Silvério Lima

Coordenação administrativa: Alan Isidio

Patrocínio: Petrobras

Realização: Governo Federal e Ministério da Cultura

Serviço programa petrobras distribuidora 2013/2014 – PORTO VELHO  (RO)

Local: Teatro Banzeiros

Endereço:Rua Renato Medeiros, 365, Centro – Porto Velho

Tel.: (69) 3901-2939

Datas: 16 e 17 de maio (sexta e sábado)

Horário:  17h

Classificação livre

Entrada franca

Lotação: 222 lugares
 

Haverá oficina de teatrocom a autora Renata Mizrahi no dia 17 de maio (sábado), às 14h, no Teatro Banzeiros.

A oficina é gratuita - retirada de senha no local – indicada pra crianças a partir de 8 anos e com duração de 2 horas.

Este projeto foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2013/2014.

 

Fonte:  Sheila Gomes

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio