Porto Velho (RO) domingo, 21 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

MESTRADO EM CIÊNCIAS DA LINGUAGEM DA UNIR


Começam no dia 1º e vão até o dia 04 de fevereiro as inscrições para a seleção ao curso de Mestrado em Ciências da Linguagem do Programa de Pós-Graduação “stricto sensu” do Departamento de Letras e Pedagogia da Universidade Federal de Rondônia (Unir) – campus de Guajará Mirim. Autorizado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e com início previsto para 03 de março, o curso de Mestrado em Ciências da Linguagem é, segundo informa o reitor José Januário de Oliveira Amaral, da Unir, recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC).

As inscrições deverão ser feitas no campus da Unir de Guajará-Mirim ou por intermédio de correspondência, devendo o envelope ser endereçado para “BR-425, km 2,5, Jardim das Esmeraldas, CEP 78957-000 Guajará-Mirim – RO. O interessado deverá recolher taxa de R$ 138,62 à conta do Tesouro Nacional/Unir, no Banco do Brasil, agência 4201-3, conta n° 170500-8, sendo que o código de identificação de depósito é 15405515254208830-6. Os documentos exigidos deverão ser entregues à secretaria do Mestrado em Ciências da Linguagem no ato da inscrição, ou enviados pelo correio, observando-se, para a data de postagem, o período de inscrição estabelecido.

Os documentos exigidos dos interessados no processo seletivo são “Formulário de Inscrição” fornecido pela Secretaria do Curso no campus de Guajará Mirim, mas também disponibilizado no endereço de Internet da Unir (www.unir.br); comprovante de recolhimento da taxa de inscrição; “Curriculum Vitae” formatado de acordo com o “Anexo I” do Edital (disponível na secretaria do curso e no endereço de Internet da Unir), comprovado e autenticado, incluindo diploma e histórico escolar da graduação em duas vias; anteprojeto de dissertação (uma via); fotocópias da cédula de identidade e do cartão de CPF; e duas fotos em tamanho 3x4.

O CURSO

A área de concentração do mestrado em questão, de acordo com o coordenador do curso, o pós-doutor Jean-Pierre Angeno, é “Etnolingüística e Lingüística Aplicada no Contexto da Amazônia”. A vertente etnolingüística, segundo explica o doutor Henri Ramirez (vice-coordenador), abrange estudos voltados para a investigação das manifestações lingüísticas características da Amazônia, visando ao seu registro e classificação, bem como à pesquisa de fatores étnicos e sociais que determinam a origem e o desenvolvimento das línguas dessa região. A vertente da lingüística aplicada contempla estudos de análise descritiva de singularidades socioculturais da região amazônica – isto é, de sua linguagem, em sentido amplo, entendida além do caráter lingüístico “stricto sensu” –, direcionadas à proposição de práticas educacionais.

Fonte: Paulo Queiroz

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona