Domingo, 14 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Cultura

MEC reformula denominações de cursos técnicos e superiores de tecnologia


Agência O Globo BRASÍLIA - Os cursos técnicos e superiores de tecnologia, antes divididos em 20 áreas do conhecimento, agora passam a ser classificados em 10 eixos, segundo decisão do Ministério da Educação. O MEC alerta que os alunos interessados em se inscrever em graduações de curta duração (de dois a três anos e meio) devem fazer uma pesquisa para escolher a melhor alternativa. Este tipo de curso é procurado normalmente por quem já completou o ensino médio ou equivalente e quer ingressar mais rapidamente no mercado de trabalho com um diploma de nível superior. As novas divisões anunciadas pelo MEC são: alimentos, recursos naturais, linguagem e design, gestão e serviços, infra-estrutura, controle e processos, produção industrial, hospitalidade, informação e telecomunicação, ambiente e saúde. Veja as definições de cada uma e conheça os atrativos destes cursos. O secretário de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), Eliezer Pacheco, explica que os estudantes que já fazem um curso superior de tecnologia não serão prejudicados com a nova classificação: - É importante ressaltar que as concepções da educação profissional, os princípios metodológicos e pedagógicos não serão alterados pela nova proposta. Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, como as discussões sobre tecnologia estão em constante evolução, o MEC detectou a necessidade de mudar a organização dos cursos. - Esta proposta busca aperfeiçoar a classificação anterior fundamentando-se no conceito de tecnologia e articulando-o com os saberes científicos e a atividade laboral presente nas propostas educacionais dos mesmos - afirma Haddad. As áreas anteriores eram agropecuária, artes, comércio, comunicação, construção civil, design, geomática, gestão, imagem pessoal, informática, indústria, lazer e desenvolvimento social, meio ambiente, mineração, química, recursos pesqueiros, saúde, telecomunicações, transportes e turismo e hospitalidade. Sugestões sobre os cursos podem ser enviadas por e-mail - A educação tecnológica é considerada uma graduação superior, cujo diploma habilita o aluno para concursos de nível universitário e para programas de mestrado e doutorado. É uma opção para quem não quer cursar uma graduação mais longa, um bacharelado tradicional - acrescenta a coordenadora-geral de Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Andréa Andrade. Durante 30 dias, instituições que oferecem cursos de educação profissional e tecnológica e de ensino superior, entidades representativas de classe, especialistas, pesquisadores e comunidade em geral poderão enviar para o e-mail [email protected] contribuições para a proposta apresentada pelo MEC.

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

A inserção da música rondoniense em uma programa radiofônico de Marselha, a segunda maior cidade da França, está disponível de forma permanente em u

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Uma reunião estratégica foi realizada no último dia 04, no gabinete do governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha. O Diretor-Superintendente do Se

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Nesta sexta-feira (05 de julho), as ações do Projeto Cine Itinerante “Do mar do Caribe à beira do Madeira: Educação, Arte e Cultura cinematográfica

Gente de Opinião Domingo, 14 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)