Porto Velho (RO) quarta-feira, 22 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

HOJE É ELA - LÁ VEM A BANDA!


HOJE É ELA - LÁ VEM A BANDA! - Gente de Opinião
 

Por: Altair Santos (Tatá)

Hoje cedinho sairemos de casa aos primeiros raios do sol ou pingos da chuva, animados ao toque do Clarim que acordará o povo a saltar da cama e despertar pra festiva realidade costumeira do sábado de carnaval. E nessa religiosidade, a cidade Porto, como em nenhum outro dia do ano, vê e sente o seu metabolismo alterado de um estado de ponto comum para uma urbe em ebulição, a ferver no mega-temperado caldeirão cultural afinal, hoje, lá vem a Banda, a Banda do Vai Quem Quer!

Passaremos pelo Mercado Central onde os magarefes e demais feirantes trabalham com indisfarçável pressa, taxistas no ponto ou no trânsito levando passageiros conversam sobre o tema do dia, no centro comercial foliões compram adereços e outros badulaques, pra se fazerem paramentados nas cores do grande cortejo. O motorista de ônibus, assim como vimos certa vez, de ponto em ponto, vai assoviando a melodia daquela marchinha que diz “chegou a banda, a banda, a banda, a banda do vai quem quer...”

Desde cedo, a partir dos bairros, centenas de pessoas rumam para o centro da cidade num serpenteado êxodo folião, todos atendendo o chamado que já reside no automático de suas vidas cujo botão de start é a Banda. Essas romarias ao se fundirem formam a grandiosa procissão. Nas ruas, o solo histórico e sagrado salão da capital, o carnaval come no centro e nossas vidas passam a ser embaladas pela mais organizada iniciativa civil, que traduz em cada um, o seu direito, a sua liberdade e, claro, o seu cuidado e respeito ao próximo!

Ambulantes e outros trabalhadores informais abastecidos com bebidas e um diversificado cardápio de iguarias formam o grande exército de atenção e atendimento ao público. Nesse grande teatro, Pierrôs e Colombinas, palhaços, super-heróis e outros mascarados num conjunto de imagens multifacetadas, exibem o desdobramento de um enredo tatuado no querer e no sentimento cultural e popular: o Carnaval.
Essas são demonstrações de que a banda, o grande cordão carnavalesco do norte brasileiro, há anos se injetou na veia e na alma da cidade, ela é a poesia, a melodia e dança do dia, por isso, inegavelmente, a Diva do nosso carnaval, a majestade do nosso cultural imaterial.

No sábado de carnaval a cidade é tão carnaval, é tão Banda que, até mesmo os que delam não gostam, não participam ou a reprovam, se exercem e se aviam, em torno do seu portentoso acontecimento. Os que gostam, vão, cantam, dançam e brincam. Os que não gostam, exercem seus direitos de não ir, retiram-se, viajam, ficam em casa. Os mais incomodados satanizam o bloco, jogam-lhe as pechas de ser a encapetada, semblante do capiroto, encarnação do espírito mau.

Alheia e isenta do puritanismo hipócrita e do moralismo de chapéu de vidro, a Banda segue o seu curso, festiva, alegre, irreverente e carnavalesca, porém, avessa à cegueira cultural do poder público, antagônica ao atrasado e maledicente fundamentalismo religioso e político, cerceador das liberdades.
Viva a Banda, viva o carnaval, viva a cultura popular! Neste sábado, livre, travessa e traquina, menina levada e faceira, temperada com pimenta, lá vai a Banda. Ela não é o diabo que pintam, mas é o cão chupando manga!

- Programa: desfile da Banda do Vai Quem Quer
- Data: neste sábado de carnaval - 14.02.2015
- Horário: (concentração a partir das 15:00h – Rua Carlos Gomes – Centro) – Porto Velho/RO.

tatadeportovelho@gmail.com

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio