Porto Velho (RO) quarta-feira, 29 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Cultura

'Gente da Mesma Floresta' novamente é destaque na Agenda Cultural


  'Gente da Mesma Floresta' novamente é destaque na Agenda Cultural - Gente de Opinião

A Agenda Cultural desta semana, elaborada pela prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Iaripuna e parceiros, trás novamente como um dos destaques, o espetáculo musical “Gente da Mesma Floresta”. O show desta vez será comandado pela cantora Elisa Cristina, que se apresenta neste sábado (6), a partir das 20 horas, no Mercado Cultural.

De acordo com a vice-presidente da Fundação Iaripuna, Berenice Simão, o evento será um grande espetáculo por causa do talento de Elisa Cristina, que canta MPB. Ela informa que o público também terá um grande show de produção. “Gente da Mesma Floresta” foi criado pela prefeitura como espaço de divulgação e valorização dos artistas e das músicas regionais do Norte do país.

 

Programação

 

Quinta feira (04/11)– Seresta Cultural – show com artistas locais, a partir das 21hs, no Mercado           

                                    Cultural.

 

Sexta (05/11)– Projeto Arte de Todos – continuação do curso de danças variadas, das 8 às 11hs

                         na comunidade Jerusalém da Amazônia.

 

Sexta (05/11) –  A Fina Flor do Samba - Show especial em comemoração ao Dia Nacional da

                           Cultura, a partir das 20hs, no Mercado Cultural.

 

Sábado (06/11)– Música Instrumental Para Todos, parceria da Escola de Música Jorge Andrade

                             com a Fundação Iaripuna, das 09 às 12hs na praça Getúlio Vargas.

 

Sábado (06/11)– Feira do Porto – Apresentações artísticas e vendas de comidas típicas diversas,  

                             artesanatos e biojóias, das 19 às 22hs na praça Aluízio Ferreira.

 

Sábado (06/11) –Continuação do Projeto “Gente da Mesma Floresta”, com a cantora Elisa Cristina

                              a partir das 20hs, no Mercado Cultural.

 

Domingo (07/11)– Atividade religiosa na Igreja de Santo Antônio, na mesma comunidade, 10hs.  

                               O local é propicio para contemplar as belezas do rio Madeira e fotografar.  

   

Domingo (07/11) –Cine Oquinha e DOCTV IV – apresentação de filmes infantis e documentários,

                               das 17 às 18hs, no Centro Cultural Vrena, à Rua Tobias Barreto, 18, no  bairro

                               Tucumanzal, atrás do posto dos garimpeiros.

 

Domingo (07/11) –Feira do Porto – Apresentações artísticas e vendas de comidas típicas, biojóias

                               e artesanatos, das 19 às 22hs na praça Aluízio Ferreira.

 
Fonte:  Augusto José

 

Mais Sobre Cultura

Projeto Sesc 52 leva programação literária em suas últimas semanas de circulação no interior de Rondônia

Projeto Sesc 52 leva programação literária em suas últimas semanas de circulação no interior de Rondônia

O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE de Rondônia, por meio do Sesc/RO, reafirmando seu objetivo de integração, inclusão social e fomentador da cultu

Cia de Artes Ji-paranaense apresenta nos dias 27 e 28 de junho espetáculo inspirado na migração de mulheres no ciclo da borracha.

Cia de Artes Ji-paranaense apresenta nos dias 27 e 28 de junho espetáculo inspirado na migração de mulheres no ciclo da borracha.

Desde sua criação a Cia Clandestinos de Artes vem abordando temáticas de grande importância que vão desde assuntos da esfera intimista como também n

O menino do coração de ferro

O menino do coração de ferro

Dia 26 de Junho às 20h de Rondônia e às 21h de Brasília no canal do YouTube do Conexão Norte o Autor Fabiano Barros lança o audiobook O MENINO DO CORA

Invisibilidade, transfobia e violência são temas abordados no vídeo-teatro performativo “Corpo do Prazer” que estreia no sábado (25)

Invisibilidade, transfobia e violência são temas abordados no vídeo-teatro performativo “Corpo do Prazer” que estreia no sábado (25)

O clima é de expectativa para o acadêmico da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ádamo Teixeira. Isso porque neste sá