Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Gastronomia em alta: metade dos brasileiros come fora de casa



Se você não teve tempo para comer em casa essa semana, saiba que não está sozinho. Cinqüenta e um por cento dos brasileiros fazem refeições fora do lar com freqüência, por causa do ritmo corrido do dia a dia. É o que afirma uma pesquisa da GfK Brasil, divulgada esta semana. O número de pessoas que come fora, tanto nos dias de trabalho quanto nos fins de semana, já chega a 23 milhões de brasileiros, algo em torno de 12% da nossa população. O levantamento mostrou ainda que 24% comem fora somente sábados e domingos, enquanto 16% fazem isso somente durante a semana. O gasto médio semanal do brasileiro com almoço fora de casa é de R$ 67, 00 o que dá mais ou menos R$ 13,00 por dia. Jantar fora é mais caro ainda: R$ 77,00 por semana, em média. 

Os dados da pesquisa comprovam que a gastronomia é um negócio promissor e que, cada vez mais, atrai a atenção de profissionais pelo reconhecimento dos comensais e o bom nível salarial. Nos últimos anos, as pessoas passaram a comer fora, não só por causa do ritmo frenético da vida nas cidades, mas também por lazer e entretenimento, e em muitos casos, pela busca de saúde e bem-estar. 

Gastronomia: um curso de oportunidades 

Por conta do grande fluxo migratório, intensificado pelos vultosos investimentos no estado, o segmento de alimentos e bebidas apresenta-se como um bom negócio em Rondônia, com infinitas possibilidades de expansão e absorção de profissionais capazes de elevar o padrão de qualidade das empresas, na criação de um negócio próprio ou em serviços de consultoria. 

Atenta a essas oportunidades do mercado, a FIMCA implantou, em 2008, o Curso Superior em Gastronomia, consolidando sua característica de pioneirismo em opções de graduação acadêmica em Rondônia. Com uma metodologia inovadora, o curso trabalha os aspectos socioculturais, econômicos e de gestão da gastronomia. Seu o objetivo é a preparação dos alimentos pelo equilíbrio entre a arte e conhecimentos essenciais na gestão da cozinha, visando o máximo de satisfação nos quesitos harmonização, padronização, decoração e sabor. 

O curso é intensivo, com duração de dois anos, o que permite um maior aproveitamento do aprendizado e agiliza a entrada do aluno no mercado de trabalho. Nele, o futuro profissional da gastronomia aprende fazendo, numa estrutura curricular que cria condições para uma formação que atenda às necessidades e demandas de um mercado de grande potencial no Brasil, como demonstra a pesquisa da GfK Brasil. 

Este ano o curso terá sua estrutura reforçada com a inauguração do moderno e bem equipado Centro de Gastronomia da FIMCA, cujas obras estão em fase de acabamento. 

Os interessados em fazer o Curso de Gastronomia da FIMCA poderão se inscrever até o dia 29 deste mês, para o processo seletivo a ser realizado no dia 31 de janeiro. As inscrições podem ser feitas pela internet, no endereço www.fimca.com.br, ou pessoalmente na secretaria da instituição, mediante o pagamento da taxa de apenas R$ 25,00 (vinte e cinco reais). 

Fonte: Sergio Mello

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe