Porto Velho (RO) terça-feira, 16 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

FIMCA forma profissionais para a Agropecuária de Rondônia


   
Os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no período de 2006 a 2009, demonstram o bom desempenho da agricultura rondoniense. Com o aumento dos investimentos públicos e privados, em vultosas obras de infra-estrutura no estado, o ritmo ascendente da produção agropecuária tende a atingir níveis cada vez mais altos, necessitando, com urgência, de profissionais com formação superior que garantam o suporte técnico para sua sólida expansão. 

Para a formação de técnicos e profissionais capazes de sustentar esse ritmo de crescimento da atividade agropecuária de Rondônia, a FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho, oferece três cursos de graduação que vem atraindo a atenção e o interesse de um número cada vez maior de estudantes: Medicina Veterinária, Agronomia e Zootecnia. 

Medicina Veterinária 

Autorizado pela Portaria nº 2.51, de 19 de agosto de 2004, e com cinco anos de duração, o Curso de Medicina Veterinária da FIMCA já formou sua primeira turma, no ano passado. A turma “Os Pioneiros” entrou para a história da medicina veterinária rondoniense por ser a primeira de profissionais formados no estado. 

O médico veterinário tem uma vasta área de atuação em Rondônia. Ele cuida da saúde de animais e controla a produção de alimentos de origem animal. Presta assistência clínica e cirúrgica a animais domésticos e silvestres, além de cuidar da saúde, alimentação e reprodução de rebanhos. Também inspeciona a produção e comercialização de alimentos de origem animal, podendo atuar na área de vendas de alimentos, medicamentos, vacinas e de outros artigos para animais, assim como nas áreas de tecnologia e saúde pública. 

Agronomia 

Com quatro anos e meio de duração, o Curso de Agronomia da FIMCA, autorizado pela Portaria Ministerial nº 881, de 17 de outubro de 2007, veio contribuir para a solução de três questões fundamentais para a expansão agropecuária de Rondônia: produção de alimentos, fixação do homem no campo e preservação do meio ambiente. O Agrônomo executa todas as tarefas inerentes à produção de alimentos para o homem e os animais domésticos, intervindo desde a definição das condições de plantio até a chegada do produto industrializado ao consumidor. Pode atuar nos setores público e privado, nas atividades de planejamento e administração, ensino, pesquisa, extensão, produção, mercado e comercialização. 

Zootecnia 

O Curso de Zootecnia da FIMCA foi autorizado através da Portaria Ministerial Nº 109, de 08/02/2008, publicada no Diário Oficial da União em 11/02/2008, e tem quatro anos e meio de duração. 

Muita gente não sabe que, por detrás dos produtos de origem animal, rotineiramente consumidos como carne, leite e ovos, existe todo um trabalho científico voltado para a melhoria da produção. Quem está por trás deste trabalho é o zootecnista, profissional cuja atuação está intrinsecamente ligada às demais áreas de ciências agrárias. O zootecnista estuda e adota técnicas de produção animal e atua profissionalmente em diversas áreas (bovinos, suínos, aves, eqüinos, peixes, cães e gatos). Mais especificamente trabalha no melhoramento genético de rebanhos, nutrição (formulação e produção de rações e suplementos), manejo, ambiência e administração rural. Também participa de pesquisas nas quais estuda o valor nutritivo dos alimentos, os níveis de nutrientes mais adequados, as exigências nutricionais dos animais. Também pode atuar na indústria alimentícia de produtos de origem animal, como laticínios, frios e embutidos.
Estrutura, vestibular e bolsa rotativa. 

A FIMCA oferece as melhores condições para a formação desses profissionais em Rondônia, desde as amplas e confortáveis instalações do seu Campus até a qualidade de seus professores. Além do Campus Rural de 50 hectares, localizada no Km 24 da BR-364, sentido Rio Branco/AC, onde se desenvolvem atividades que dão suporte a várias disciplinas das graduações de Medicina Veterinária, Agronomia e Zootecnia, a FIMCA deve inaugurar, ainda este ano, o seu Hospital Veterinário, equipado com os mais modernos equipamentos para o atendimento de pequenos e grandes animais. 

Os interessados em fazer um desses cursos na FIMCA, devem efetuar suas inscrições até o dia 29 deste mês, para participar do processo seletivo em andamento. As inscrições podem ser feitas pela internet, no endereço www.fimca.com.br, ou pessoalmente na secretaria da instituição, mediante o pagamento da taxa de apenas R$ 25,00 (vinte e cinco reais). As provas serão realizadas no dia 31 de janeiro. 

Os aprovados em qualquer dos três cursos podem requerer o benefício da Bolsa Rotativa, que financia 50% do valor de cada curso, ficando os outros 50% para serem pagos após a formatura. Veja como ficarão as mensalidades e o tempo para pagar, com o benefício da Bolsa Rotativa, nos três cursos: 

Medicina Veterinária: R$ 714,30 por mês, durante os cinco anos do curso, mais R$ 714,30 por mês, por mais cinco anos. 

Agronomia: R$ 355,56 por mês, durante os quatro anos e meio do curso, mais R$ 355,56 por mês, por mais quatro anos e meio. 

Zootecnia: R$ 355,56 por mês, durante os quatro anos e meio do curso, mais R$ 355,56 por mês, por mais quatro anos e meio. 

Fonte: Sergio Mello

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe