Porto Velho (RO) sábado, 18 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

FIMCA e SEMA fazem parceria para construção do Zoológico de Porto Velho


  
A FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho e a SEMA – Secretaria Municipal do Meio Ambiente estão trabalhando na formação de parcerias entre as duas instituições, e ouras que queiram aderir, para a construção de um zoológico na cidade de Porto Velho.

Uma comissão, integrada por técnicos da SEMA e coordenadores dos cursos de veterinária, zootecnia, ciências biológicas e turismo da FIMCA, já está trabalhando numa agenda de contatos, medidas e ações a serem empreendidas para que a capital de Rondônia possa dispor de um zoológico, no mais breve espaço de tempo possível.
O problema

“A necessidade é urgente porque o zoológico criado em 2001 dentro do Parque Natural de Porto Velho (mais conhecido como Parque Ecológico), foi declarado ilegal pelo IBAMA em 2006” recorda o secretário municipal do Meio Ambiente, Agnaldo Ferreira.

Naquele ano, o superintendente regional do IBAMA, César Luiz da Silva Guimarães, determinou a desativação do zoológico porque a legislação ambiental não permite a criação de animais em cativeiro dentro de uma unidade de conservação. Por conta dessa ilegalidade, a Prefeitura de Porto Velho teve assinar um Termo de Ajuste de Conduta com o IBAMA, se comprometendo a soltar os animais na natureza ou encaminhar para zoológicos de outros estados, os animais que tivessem dificuldades de se readaptarem na floresta.

“De lá prá cá já soltamos muitas aves e quelônios, mas estamos tendo dificuldades com os macacos e as onças, uma nossa e outra que está no Batalhão da Polícia Ambiental, devido à idade desses animais. Já encontramos um zoológico interessado, em São Paulo, mas a população não acha justo que mandemos esses animais para fora. Ela quer que tenhamos o nosso zoológico, em local acessível, bem estruturado, com alimentação farta e todos os cuidados que os nossos animais precisam, mesmo que tenham que pagar uma quantia mínima pra visitá-los,” disse Agnaldo.

A SEMA já identificou uma área para a construção do zoológico municipal, mas ela foi considerada árida demais pela equipe técnica da secretaria. “Mas, além da área, precisamos de recursos para a construção do zoológico e para alimentar e cuidas desses animais” frisou o secretário. Ele lembrou que, por conta da contrapartida ambiental pela construção das Usinas do Madeira, será construído o CEPA - Centro de Triagem de Animais Silvestres, na Unir.  Será uma obra grande, com instalações de última geração, mas não será mais do que isso: um local de triagem de animais, para depois ser em reinserido na natureza. E os que não puderem mais, por algum motivo, se readaptarem na floresta? Até para abrigar, permanentemente, esses animais, precisamos ter o nosso zoológico” insiste o secretário.
A solução

Sensibilizado com o problema, o diretor geral da FIMCA, médico Aparício Carvalho, propôs ao secretário do Meio Ambiente de Porto Velho, a assinatura de um protocolo de intenções, visando o estabelecimento de parcerias entre a prefeitura e a faculdade, inicialmente, para a construção e manutenção do zoológico municipal. Outras entidades, públicas e privadas, poderão se somar, futuramente, nesse esforço, até a idéia sair do papel e se transformar em realidade.

Em reunião com o secretario municipal do Meio Ambiente, Agnaldo Ferreira, com a presença do seu adjunto, Telêmaco Lins, juntamente com as técnicas Leila Andrade (diretora de licenciamento ambiental) e Maria Nazaré Santos (chefe de licenciamento ambiental) e a vice – diretora da FIMCA, Maria Sílvia Carvalho, Dr. Aparício Carvalho colocou a disposição da Prefeitura de Porto Velho, toda a estrutura física e de pessoal da instituição para a concretização do projeto.

 “Nossa instituição tem muito a oferecer para a construção desse zoológico, desde o nosso Campus Rural, localizado a apenas 24 quilômetros de Porto Velho, onde o zoológico poderia ser construído, até pessoal qualificado para sua manutenção. Temos os cursos de veterinária, zootecnia, ciências biológicas, nutrição, arquitetura e turismo que podem contribuir com as informações técnicas, científicas e mercadológicas para a elaboração do projeto, manutenção e visitação do zoológico. Nosso Hospital Veterinário deverá ficar pronto até o final do ano, com quatro centros cirúrgicos, várias baias e amplos laboratórios, onde os animais receberiam tratamento de qualidade”, garantiu Aparício.

Agradecido pela oferta, o secretário Agnaldo Ferreira propôs a formação de uma comissão, já criada, com o objetivo de levantar os aspectos legais e as providencias necessárias para a assinatura de um convenio de cooperação entre a FIMCA e a Prefeitura de Porto Velho.

“A FIMCA é uma instituição nova, não tem 11 anos ainda, mas já dá provas de que assumiu um papel de responsabilidade social e ambiental de adulto, que hoje o município reconhece e agradece” declarou Agnaldo Ferreira dos Santos.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio