Porto Velho (RO) terça-feira, 1 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Viviane Paes

LT Porto Velho – Araraquara : o linhão do respeito à Rondônia


 

LT Porto Velho – Araraquara : o linhão do respeito à Rondônia - Gente de Opinião

Viviane A. Paes

Sem muito alarde, não entendi o motivo, foi inaugurada há duas semanas a linha de transmissão que interliga Porto Velho (RO) até Araraquara, no interior de São Paulo. A obra construída pela empresa IE Madeira – Interligação Elétrica do Madeira teve investimento total de 2, 2 bilhões e foi finalizado em exatos dois anos. Vamos falar para todos entender. Sem ela não teria escoamento da energia gerada no Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, usinas Santo Antônio e Jirau para o restante do País!

A dimensão e a importância desta linha de transmissão (LT) que cruza o Brasil do Norte ao Sudeste, por quase 2,4 mil quilômetros deveria ter rendido ao menos uma nota coberta – notícia onde o apresentador narra a matéria com imagens do acontecimento, em rede nacional. Vou dar um desconto porque estávamos no auge das condenações do Mensalão...
 

Este projeto que está no planejamento estratégico do Ministério de Minas e Energia há quase duas décadas contou com recursos do BNDES, iniciado no primeiro semestre de 2012 e também faz parte do PAC. Esta linha de transmissão tem aproximadamente dois mil quilômetros de extensão e cruza cinco estados brasileiros. Mais de 45 mil toneladas de aço e 70 mil de alumínio foram utilizadas para construir cinco mil torres de transmissão.

Com a entrada em operação da LT – Porto Velho – Araraquara, Rondônia deixa ou deveria deixar de ser definitivamente o patinho feio do Brasil! Não que com isto tenham acabado os casos de corrupção administrativa e as muitas operações da PF na região, mas o Estado passa a ter uma importância histórica na consolidação da energia elétrica segura para o Brasil. Fato! E, acreditem isto não é pouco levando em consideração que Rondônia perde apenas para Altamira em Belo Monte (PA), neste quesito, devido à grandiosidade da segunda maior hidrelétrica em construção do mundo.

Agora juntos, os dois estados nortistas passam a ser responsáveis pela maior parte da energia elétrica gerada nos próximos anos para atender a demanda do Sudeste e Centro-Oeste. A LT Porto Velho – Araraquara é essencial para operação que fez parte dos planos de presidentes como Getúlio Vargas, Tancredo Neves, Fernando Henrique e sem sombras de dúvidas de Dilma Rousseff!! Não cito Lula, pois foi a atual presidente (e), mesmo sem o tal (a) que viabilizou o Complexo Hidrelétrico Rio Madeira e tirou do papel a mais que polêmica UHE Belo Monte. Não sem motivo que no empreendimento existem câmaras 24 horas on line acompanhando o andamento da obra, cujos dados são assistidos em tempo real por assistentes diretos e quando necessário a própria Dilma.

A contribuição do Norte para a questão energética, na atualidade, é muito reconfortante para mim que nasci no Centro-Oeste, cresci no Norte e ainda lembro-me de uma época não muito distante que as pessoas confundiam Rondônia com Roraima ou lembravam-se do Estado pelo assassinato de Olavo Pires! Que o Pará, depois de Fafá de Belém, antes de Calipso e Gaby Amarantos, principalmente a cidade de Altamira só era citada como aquele lugar onde um grupo de integrantes de uma seita praticou emasculação – castração de meninos – e assassinato de 12 crianças!

Então brasileiros, está mais do que na hora de pararem com aquelas piadinhas prá lá de sem graça e desrespeitosa sobre o norte, com citações de que por aqui os índios andam pelados nas ruas, que o esgoto é a céu aberto em todas as cidades, que só existem pessoas muito feias, né Seu Rafinha Bastos, que não deve viver sem ar-condicionado... Momento de lembrar que uma nação que se julga em ascensão para liderar as demais da América do Sul, é feita de tudo e todos!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Viviane Paes

Histórias & Estórias do Dia Internacional da Mulher - A Empresária-Psicóloga

Histórias & Estórias do Dia Internacional da Mulher - A Empresária-Psicóloga

A Empresária-PsicólogaEla vem de uma família conhecida e tradicional em Porto Velho: os Arcanjos. Quem que não conhece ou ouviu falar dela, não é mora

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A costureira das bailarinas

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A costureira das bailarinas

A costureira das bailarinasDescendente de nordestinos, que vieram do Rio Grande do Norte fugindo das recorrentes grandes secas, numa longa viagem de n

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A Advogada apaixonada por causas humanitárias

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A Advogada apaixonada por causas humanitárias

1912: Em 6 de maio, ocorreria a Passeata pelo Sufrágio feminino, nos Estados Unidos. Uma tática ousada, adotada por sufragistas e demais militantes

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A Ex-Doméstica, mãe de Enfermeiro

História & Estórias do Dia da Internacional da Mulher - A Ex-Doméstica, mãe de Enfermeiro

1911: O primeiro dia oficial da mulher foi celebrado, em 19 de março de 1911, na Alemanha, resultado da Segunda Conferência Internacional das Mulheres