Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Zekatraca - Lenha na Fogueira 20/10/10


 

Por falar em lei seca.

*******

Essa é uma daquelas leis que por mais que os legisladores se esforcem, não vai pegar.

******

Não tem pastor, bispo, vigário, obreiro, que consiga fazer valer a tal de lei seca.

******

Aliás, seca por seca “ela já nasceu ‘seca”.

******

Basta lembrar que recentemente um representante da Justiça foi contra a obrigatoriedade do uso do bafômetro.

*******

Inclusive impedindo que se proceda ao exame de sangue em quem não aceitar soprar o bafômetro.

******

Assim sendo, a lei seca foi desclassificada moralmente.

******

A palavra correta é: Desmoralizada.

******

A lei seca só funciona se os bares forem impedidos de comercializar bebida alcoólica.

******

Ou então fecharem cedo.

******

Em Rio Branco Acre após as dez horas da noite, ninguém consegue beber uma gota de “birita” porque os bares, restaurantes e similares, são obrigados a cerrarem suas portas.

******

Só assim a lei seca consegue funcionar, aliás, funcionar precariamente porque o “cara” pode estocar bebida em casa e sair bebendo por aí e como agora não é obrigado a utilização do bafômetro, tudo bem!

*******

Com lei ou sem lei o que está pegando mesmo é a eleição do segundo turno para governador.

*******

Os debates apesar da falta de criatividade de seus coordenadores e dos assessores dos candidatos, ainda provocam discussões entre os correligionários dos dois candidatos.

******

O que aconteceu na última segunda feira na TV Candelária, foi praticamente a reprise do da RedeTV.

*******

O candidato oficial insistindo em fatos que aconteceram há um bocado de tempo.

*******

Perdendo tempo, pois deveria apresentar suas propostas de governo na tentativa de virar o jogo e não o fez.

******

Já o da oposição soube utilizar o tempo tentando provar que é muito mais preparado para assumir como governador do estado de Rondônia.

******

O que achei estranho foi o apresentador que no caso é apelidado de mediador.

******

O Zé de Nana foi pro buteco e deixou o cidadão sozinho, sem pai e sem mãe.

******

E quando não está incorporado o rapaz fica meio perdido.

******

O cara gaguejava mais que a Gaguinha que substituiu o Tiririca no programa do Tom.

******

Daí o Carlos Sperança em sua coluna “Sem Papas na Língua escreve:

******

É coisa de Louco!

*******

Como a necessidade faz o sapo pular, Ivo Cassol e Cahulla se aliaram até ao PSDB, aquele partido que tinha chutado os dois como bodes de bicheira na década passada. E aí, apresentaram os grandes reforços da aliança governista: o ex-vice-governador Aparício Carvalho. Com apoio de tal magnitude, é bem possível que as forças aliadas da oposição entrem em pânico, se aterrorizem e fujam em debandada...

*******

Aí sai da reta e publica:

*******

Em Rondônia, a vantagem, do candidato das oposições Confúcio Moura (PMDB) é tão grande, que mesmo se perdesse 50 mil votos para o concorrente nos próximos dias ainda ganharia a eleição com um pé nas costas. O peemedebista já faz 3 x 1 na maioria das regiões do estado e vai derrotando os governistas (em intenções de votos) no próprio quintal de Ivo Cassol e João Cahulla, que é Rolim de Moura.

*******

Por um lado, mas, se você for pro painel o negócio é todo a favor do atual governo.

*******

É como diz a juventude: “Cada um no seu quadrado”.

******

Ainda tem aqueles sites que apelam para a baixaria, sem ética nenhuma e publicam o que mais lhes beneficia financeiramente.

******

Tudo por conta da idéia fajuta de que em política, só não vale perder!

******

O que nos deixa mais traquilos, é saber que os fatos acima, não são privilégio da política rondoniense.

******

Já estamos no Vale do Jamari, quem sabe em 2.012 chegamos ao Vale do Madeira.
 


CULTURA

Festival de música e
Paz nas escolas


No Teatro Banzeiros, acontece hoje o I Seminário Educação para Paz nas Escolas


A prefeitura municipal de Porto Velho em parceria com a Fundação Iaripuna. Semed e Semad chama a atenção dos interessados, para dois eventos que estarão com atividades no dia de hoje 20.

O primeiro diz respeito à prorrogação das inscrições para o Festival da Canção dos Funcionários do Município de Porto Velho – I FECAFUM cujas inscrições podem ser feitas nesta quarta feira 20. “Os prazos para inscrições estavam previstos para encerrar na última sexta feira, porém, alguns servidores solicitaram mais tempo para finalizar suas canções e nós decidimos prorrogar para até o dia de hoje”, disse o presidente da Iaripuna Altair Lopes.

As fichas para a inscrição já foram distribuídas pela coordenação do evento às secretárias municipais e a expectativa é de que sejam inscritos pelo menos dois representantes por cada repartição. "Queremos que todas as secretarias participem afinal o festival foi criado para os funcionários da prefeitura, como um dos eventos inseridos na programação alusiva ao "Dia do Funcionário Público", explicou Heitor Almeida, da Fundação Iaripuna.

Serão distribuídos R$ 6 mil, no concurso, entre o três primeiros colocados. O primeiro lugar receberá R$ 3 mil; o segundo, R$ 2 mil e o terceiro, R$ 1 mil. O festival acontecerá nos dias 23, 24 (eliminatórias) e 25 de outubro (final), a partir das 18h, no Mercado Cultural. Haverá ainda premiação para melhor torcida. "Pedimos ao servidor municipal quando for se inscrever, que não se esqueça de levar uma cópia da música que ele vai interpretar gravada. “Essa gravação, necessariamente, não precisa estar na voz dele, pode ser uma cópia da gravação original, também será exigido do inscrito, cinco cópias da letra da composição” disse Heitor.

O festival é restrito aos servidores da prefeitura de Porto Velho lotados no quadro efetivo ou comissionados. O evento foi criado com o objetivo de proporcionar a socialização, acesso à cultura, ao lazer, valorização e confraternização dos servidores municipais, por ocasião do Dia do Funcionário Público, comemorado no dia 28 de outubro. "Para o próximo ano pretendemos aprimorar mais o concurso. Este ano ele funcionará apenas como uma mostra de música." afirmou Heitor Almeida.

 

Cultura de paz nas Escolas

Outro evento promovido pela prefeitura que vai acontecer nesta quarta feira 20, coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), das 8h às 12h, no Teatro Banzeiros, é o I Seminário "Educação para Paz nas Escolas". Segundo a diretora do departamento de apoio ao Desenvolvimento do Ensino (Dade), Gláucia Negreiros, o fundador e orientador do programa Educação para Paz nas Escolas, professor João Roberto de Araújo, participará do evento. "Ele falará sobre a cultura de paz nas escolas e apresentará alguns resultados já alcançados nas cidades onde há o programa e da contribuição que tem dado para a educação, com um ambiente mais saudável para crianças e jovens".

A secretária da Semed, Fátima Ferreira, ressaltou que o evento será de grande importância para a discussão sobre a cultura de paz nas escolas. "A idéia é trazer para a sala de aula o desafio de educar para a convivência, ensinando os estudantes a lidar com suas próprias emoções, e este evento onde estarão reunidos gestores e coordenadores pedagógicos, ajudará nesta concepção e na discussão de projetos que formalizam este desafio", disse a secretária.



 



 


INCRIÇÕES

Concurso de marchinhas de carnaval

A Fundição Progresso, Centro Cultural estabelecido no bairro da Lapa, na cidade do Rio de Janeiro promove o “6º . CONCURSO NACIONAL DE MARCHINHAS CARNAVALESCAS DA FUNDIÇÃO PROGRESSO – PRÊMIO JOÃO DE BARRO”. Este projeto se realiza entre os meses de setembro de 2010 à março de 2011, tendo como objetivo valorizar a música carnavalesca, seus

compositores e intérpretes, bem como promover esta modalidade de festividade popular nos salões e nas ruas.

DA HABILITAÇÃO

1- Pode participar do processo qualquer cidadão brasileiro nato ou naturalizado (Pessoa Física), com idade acima de 18 anos.

2- Serão aceitas somente as inscrições na modalidade “Marchinha de Carnaval – Tradicional” – com canções inéditas e temática livre.

DAS INSCRIÇÕES

1- Prazo: de 27 de setembro a 29 de outubro de 2010 – das 9h às 19h nos dias úteis.

2- As inscrições podem ser efetuadas de duas maneiras: online (com preenchimento de formulário através do site ww.concursodemarchinhas.com.br) e via Correios (enviando a ficha de inscrição juntamente com o CD e letra da música para a portaria da Fundição Progresso).

3- As inscrições serão gratuitas.

4- O edital e a ficha de inscrição deste concurso serão disponibilizados em impresso na portaria da Fundição Progresso (localizada no endereço acima citado) e em download na internet no

Site <www.concursodemarchinhas.com.br>, ou através de solicitação por email: <carnaval@fundicao.org> .

5- Cada participante pode inscrever até TRÊS MÚSICAS, sozinho ou em parceria. As inscrições devem ser feitas e enviadas separadamente. A mesma música não pode ser inscrita mais de uma vez (seja ela via correio ou online). O controle das inscrições terá como base o número do CPF do responsável pela música e cada CPF poderá ser registrado somente, no máximo, até 03 (três) vezes.

6- As composições concorrentes deverão ser originais e inéditas, tanto na melodia quanto na letra (entendendo-se por inédita, a música que não foi gravada comercialmente e, como original, a que não contiver plágio, adaptação ou citação poética de outros autores).

7- É permitida a participação neste Concurso de funcionários da Fundição Progresso, não havendo nenhum favorecimento por questão de vínculo.
8- O material enviado não será devolvido.

9- No ato da inscrição, o(s) autor(es) da(s) composição(ões) autoriza(m) automaticamente a liberação do recolhimento de direitos autorais, de imagem e transmissão de voz pela Fundição Progresso, em qualquer meio, seja ele impresso ou eletrônico, para todas as finalidades que guardem relação com o 6º. Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso.

10- No caso de inscrições VIA CORREIO, serão consideradas válidas as inscrições que apresentarem obrigatóriamente os seguintes materiais:
• Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada. A pessoa responsável pela inscrição deve ser o autor ou um dos autores da música;

 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



 Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com  
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta  Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira Meu amigo Antonio Serpa do Amaral o Basinho postou na sua fan page do face book uma crônica sobre as criticas ao documentário do qua

Musa do festival de Praia  de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Musa do festival de Praia de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Lenha na FogueiraO Palco Giratório do Sesc 2019, que está sendo a´presentado em Porto Velho desde o último dia 7 de setembro e vai até o próximo dia 2

Portal Rondônia Tem Tudo  Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia  tem papel de destaque em novela

Portal Rondônia Tem Tudo Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia tem papel de destaque em novela

Lenha na Fogueira Palco Giratório é sucesso de público em Porto Velho************O Festival Palco Giratório é o maior intercâmbio das artes cênicas do

Palco Giratório apresenta  Teatro dos Imaginários + Aberto o edital  para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Palco Giratório apresenta Teatro dos Imaginários + Aberto o edital para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Lenha na FogueiraConforme prometido na coluna de ontem, voltamos a nos reportar sobre o documentário “Caçambada Cutuba”, que de início, tinha como obj